sábado, julho 20, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Lira recebe a Caixa e entrega votos

    No mesmo dia em que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva cedeu a chefia da Caixa ao Centrão, a pauta econômica do governo avançou na Câmara dos Deputados. Por 323 votos a 119, os parlamentares aprovaram o texto-base do projeto de lei de tributação dos super-ricos em fundos exclusivos (fechados) e offshore (no exterior).

    A aprovação dessa matéria, que foi pautada logo após o anúncio de mudança no banco estatal, é fundamental para aumentar a arrecadação em cerca de R$ 20 bilhões em 2024, ajudando a cumprir a meta de déficit zero. Mas o texto final não foi exatamente como pretendia o governo. Os fundos no exterior teriam alíquotas de até 22,5%, mas o relator Pedro Paulo (PSD-RJ) estabeleceu 15% para todos os casos, cobrando o imposto duas vezes ao ano. Para os fundos no Brasil, ainda há uma alíquota de 20% para aplicações com menos de um ano. Já a tributação do estoque do rendimento acumulado ficou em 8%, abaixo dos 10% desejados pelo governo. O texto segue agora para o Senado. (g1 e Globo)

    Após meses de pressão do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), Rita Serrano, funcionária de carreira da Caixa, foi demitida por Lula. Indicado por Lira, Carlos Antônio Fernandes assume o cargo. Ele também é funcionário de carreira do banco e já trabalhou com o PP em outros governos petistas. (Metrópoles)

    Com Rita Serrano, sobe para três o número de mulheres demitidas do alto escalão. A saída dela, que se une a Daniela Carneiro (ex-ministra do Turismo) e Ana Moser (ex-ministra do Esporte), ocorre no dia em que o governo lançou o programa Brasil sem Misoginia. (Folha)

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL