quarta-feira, julho 24, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Dia das Crianças deve aumentar vendas em 5% no Rio

    A expectativa dos lojistas para este ano é ver suas vendas aumentarem em 5% com a procura por presentes para o Dia das Crianças, segundo levantamento divulgado pelo Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro (CDLRio), em parceria com o Sindicato dos Lojistas do Comércio do Município do Rio de Janeiro (SindilojasRio). Os dados revelam, ainda, que os comerciantes estimam que o valor médio gasto por pessoa será entre R$130,00 e R$ 150,00.

    Entre os presentes mais pedidos, pais e responsáveis devem comprar brinquedos (40%), roupas (23%), calçados (10%), mochilas e acessórios (8%), jogos eletrônicos (7%), artigos esportivos (6%), tablet e celulares (4%) e livros (2%). A pesquisa aponta também que 64,5% das crianças são as responsáveis pela escolha dos seus próprios presentes. Na hora de efetuar as compras, 80% dos adultos pretendem utilizar cartão de crédito com parcelamento como principal forma de pagamento.

    Por representar a última festa nacional comemorada antes da chegada do Natal, o Dia das Crianças mostra ao comércio os primeiros parâmetros de como deve ser o desempenho do setor no final do ano. Com isso, lojistas já se preparam para o aumento das vendas durante o período e iniciam o reforço de suas equipes para a contratação de funcionários temporários. De acordo com uma segunda pesquisa realizada pela CDLRio e SindilojasRio, a expectativa do setor é que 12 mil vagas temporárias sejam abertas, sendo duas mil a mais do que em 2022.

    Para as duas entidades, este número representa principalmente as expectativas de demanda do período natalino, que configura 30% do faturamento anual. O presidente do CDLRio e do SindilojasRio, Aldo Gonçalves, afirma que a primavera pode ser responsável pela boa performance deste segundo semestre. “É a estação do ano que exerce um impacto significativo nas vendas do comércio e traz consigo uma série de mudanças que afetam o comportamento do consumidor e as estratégias dos comerciantes”, destaca.

    A Diretora de Marketing especialista em shopping center, Priscilla Levinsohn, conta que, apesar dos números positivos, alguns trabalhadores veem as vagas temporárias apenas como uma forma de obter renda extra no final do ano. “Acho importante ressaltar que essa, além de ser uma ótima oportunidade de conseguir um valor extra na conta, também pode se transformar em uma vaga efetiva, contribuindo para a estabilidade profissional e financeira da pessoa que se candidatar”, comenta.

    Para entrar no radar das lojas e empresas contratantes e ter a possibilidade de ser efetivado, é preciso demonstrar comprometimento, segundo Priscilla. “A pessoa deve encarar a vaga temporária como uma grande oportunidade de mostrar sua dedicação e profissionalismo. Isso se traduz em chegar pontualmente no trabalho e cumprir as demandas com empenho, além de mostrar interesse em aprender. Com esses pontos atingidos, há muito mais chances de a contratação definitiva acontecer”, conclui.

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL