Protesto na praça de Maio contra disparada no custo de vida dos argentinos - Luis Robayo/AFP VENEZUELIZAÇÃO NA ARGENTINA| PROTESTOS CONTRA 58% INFLAÇÃO EM 12 MESES

VENEZUELIZAÇÃO NA ARGENTINA| PROTESTOS CONTRA 58% INFLAÇÃO EM 12 MESES

Argentina registrou a maior inflação dos últimos 30 anos, de 58% em 12 meses, a praça de Maio, icônico lugar de protestos em Buenos Aires, encheu-se de manifestantes. Muitos vieram de várias partes do país em grupos de organizações sociais, sindicatos ou de modo independente.

Com bandeiras que pedem fim da fome, melhores condições salariais e trabalho digno, manifestantes reivindicam medidas para reduzir a inflação —hoje a segunda mais alta da América Latina, depois apenas da Venezuela— e mais gasto social em planos de assistência e em pensões para os aposentados.

Desde o começo da tarde, várias quadras do centro da cidade estiveram com o trânsito bloqueado devido ao movimento dos participantes, que vinham com bandeiras, cartazes e ao som de tambores.

Nesta quinta-feira (12) o Indec (IBGE argentino) registrou que a inflação interanual do país, em 12 meses, chegou a 58%. Em abril, a alta no custo de vida dos argentinos foi de 6% —o que mais puxou o custo de vida foram os preços de alimentos e roupas.

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Destaques

Protesto contra lockdown em Belo Horizonte

Na manhã do domingo 28, movimentos democráticos se manifestaram contra o lockdown em Belo Horizonte (MG). A capital mineira está em isolamento social radical por determinação do prefeito Alexandre Kalil (PSD). Segundo ele,

MARCO AURÉLIO MELLO DETERMINA QUE ELEIÇÃO DO PRESIDENTE DO SENADO TENHA VOTO ABERTO

Marco Aurélio Mello, às 14h redondas, quando fechava suas portas o STF, determinou por liminar (PDF) a soltura de todos os presos detidos por terem sido condenados em segunda instância.

Mato Grosso 0 Comentários

Pesquisa aponta deputado Nininho em 2º lugar no Estado

A pesquisa eleitoral divulgada na última segunda-feira (09) pelo Instituto Segmenta, mostra que o deputado estadual Ondanir Bortolini (PSD), Nininho, está em 2º lugar. A pesquisa está registrada no Tribunal