quinta-feira, abril 11, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    ARTIGO|O presidente do dedo verde

    Após serem encontrados o jornalista britânico, Dom Phillips e o indigenista, Bruno Pereira, assassinados na Amazônia, países estrangeiros focam na tese de que o bioma deveria ser um “patrimônio” mundial e criticam as atitudes do Presidente, que com sua maestria de banalizar qualquer pauta que toca, não expõe o real motivo do porquê os estrangeiros desejam tanto a nossa Amazônia.

    O bioma não é exclusivo do Brasil, porém, mais da metade dele se encontra em território nacional, que gratifica imensas possibilidades como turismo, desmatamento legal, bacia hidrográfica e minérios.

    Não obstante, devemos utilizar tudo isso de forma sustentável. A
    preservação da área é de responsabilidade do Estado brasileiro e devemos aceitar quando falhamos, mas, de forma alguma, devemos ser omissos e deixar se romper o direito internacional e violar a soberania nacional, na tese de internacionalizar a Amazônia.

    Em 2018, foi muito citado por Bolsonaro o Nióbio minério presente em abundância na região Norte do país e muito utilizado na área de aerodinâmica, porém nada foi feito a respeito. E por mais infeliz que seja o cenário empresarial do país, na área da mineração fica ainda pior, com presença de Organizações Não Governamentais financiadas por países estrangeiros que tumultuam e dificultam as possibilidades de exploração, mesmo quando as empresas acatam todas as medidas legais e ambientais. Não é de se duvidar que exista interesse na mineração da região, no entanto é muito mais vantajoso ter uma Amazônia “internacional” em que o amplo sistema de exploração dos estrangeiros roubem e lucrem com isso.

    Fica reflexão: nesse cenário “globalista” duvido que as ONG’s continuariam tendo apoio financeiro e dificultando a exploração desses recursos. Trágico acreditar que, mais uma vez, uma discussão de reinvindicação de nosso país, bioma e política internacional seja avacalhado pelo dedo verde de Bolsonaro, que tudo que toca se torna obsoleto.

    Repercutindo de maneira internacional a suposta insensibilidade do brasileiro com o meio- ambiente… Uma mentira! Por outro lado, Lula aderindo a concessão para os estrangeiros.

    Penso em uma frase que li “O compromisso dos vivos é deixar um mundo melhor para aqueles que já se foram e para quem ainda há de nascer”.

    *Hugo Basaglia Membro e Coordenador do Movimento Brasil Livre Mato Grosso

    As opiniões contidas nesta coluna não refletem necessariamente a opinião do MARRETA URGENTE ou do editorO texto representa, a opinião pessoal do autor sendo de sua responsabilidade.

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    CÂMARA -CUIABÁ - BALANÇO 2023

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL