segunda-feira, julho 22, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Maior prédio da América Latina é premiado em Singapura

    O One Tower, maior prédio residencial da América Latina, localizado na avenida Atlântica, em Balneário Camboriú, cidade com maior valorização imobiliária no Brasil segundo Índice FipeZap, recebeu hoje uma das maiores honrarias da construção civil: a premiação na conferência de abertura do CTBUH Internacional Conference, que acontece em Singapura. O prêmio foi recebido por André Bigarella, diretor de engenharia da FG Empreendimentos. O One Tower foi inaugurado em dezembro de 2022 e conta com tecnologias inéditas no país. Apenas dois edifícios no mundo receberam essa honraria, além do edifício brasileiro, o Merdeka 118, em Kuala Lumpur, na Malásia, também foi premiado.

    Antony Wood, presidente do CTBUH – Council on Tall Buildings and Urban Habitat (Conselho de Edifícios Altos e Habitat Urbano) foi quem entregou o prêmio e destacou a importância de investimentos como os realizados pela FG para o avanço da construção civil no mundo.

    “O empreendimento não é apenas um marco pelos índices de altura, mas principalmente pelo desenvolvimento para o segmento, não apenas de técnicas, mas materiais e também o crescimento de toda a cadeia produtiva que cresceu juntamente com o empreendimento”, destaca Bigarella. 

    O One Tower em números

    O One Tower conta com 52.785,06 m² construídos, onde foram utilizadas mais de nove mil toneladas de aço, 24.992,82 m³ de concreto – o equivalente a mais de oito mil caminhões betoneiras, mais de cinco mil toneladas de contrapiso e reboco e contou com a participação de mais de dois mil trabalhadores de forma direta e indireta.

    São 84 pavimentos, sendo 70 habitáveis. O edifício conta com dois apartamentos por andar, apresentando quatro andares com áreas de lazer com mais de 20 ambientes – sendo duas nos andares 56 e 57, figurando também com o lazer mais alto das Américas.

    “O maior desafio construtivo de um prédio alto é a logística da obra, atrelada ao deslocamento vertical de colaboradores e materiais ao longo da torre. Elevadores de alta performance, sistema de inteligência do edifício, com bombas, válvulas, controle de acesso, para que todos os sistemas possam operar e dar segurança aos processos”, explicou o diretor de Engenharia da FG Empreendimentos.

    O engenheiro também pontuou que o edifício mais alto da América Latina enfrentou e superou desafios construtivos à altura de sua magnitude, como: elevadores, sistema de abastecimento de água, saneamento e energia, estabilidade vertical e segurança.

    O presidente da FG, o empresário Jean Graciola, celebra a conquista, destacando o investimento em benchmark e na busca constante por tecnologias e pelo desenvolvimento do destino. “Esse reconhecimento nos dá ainda mais assertividade para continuarmos investindo neste novo modelo de construção civil, buscando parcerias e desenvolvendo tecnologias que beneficiem toda a cadeia produtiva”, afirma.

    Investimentos

    Para concretizar o projeto, a FG Empreendimentos investiu mais de R$650 milhões e os apartamentos estão avaliados em R$15 milhões.

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL