WILSON SANTOS “IRONIZA” ATO PRÓ BOLSONARO DO DIA 26

WILSON SANTOS “IRONIZA” ATO PRÓ BOLSONARO DO DIA 26

Na sessão ordinária da última terça-feira (21), o Deputado Estadual tucano Wilson Santos, que tem se comportado como opositor do Governo Mauro Mendes (DEM) e, por consequência, também contra o Governo Bolsonaro, usou de uma FAKE News para “atacar” e descredibilizar o manifesto do próximo dia 26.


A população, numa decisão inédita no Brasil, decidiu ir às ruas no próximo dia 26 de maio em apoio às medidas do Governo Bolsonaro.


O deputado tucano usou de uma narrativa Fake News de que Bolsonaro teria convocado tal manifesto dia 26. Quando na verdade, a convocação foi feita por internautas voluntários cansados da velha política. Wilson Santos “ironizou” a situação atual econômica do país, ao usar o termo “alvissareiras”.

Na fala do deputado não foi mencionada que os governos do PT acabaram com a economia do país, nem da necessidade de reformas para que o Governo Federal e Estadual pudessem conseguir vislumbrar soluções para a economia. Wilson trouxe, de forma irônica os manifestos do dia 26 e a vinda, à Assembleia Legislativa, do secretário de fazenda do Mato Grosso, Rogério Gallo.


Veja a fala na íntegra do parlamentar tucano e depois assista o vídeo: “Colegas deputados, desejo a todos uma excelente noite de terça-feira, já vamos rompendo o quinto mês de 2019. Notícias ALVISSAREIRAS no plano da economia, MANIFESTAÇÃO CONVOCADA PELO PRESIDENTE DA REPÚBLICA para o dia 26, esquentando o país de norte a sul (…)”.

Segundo os organizadores e apoiadores, o manifesto terá como pautas: (1) aprovação imediata da Nova Previdência; (2) aprovação do Pacote Anticrime do Sérgio Moro; (3) aprovação da Reforma Tributária; (4) Implantação da CPI LAVA TOGA; (5) aprovação da MP 870 que diminui o tamanho da máquina pública, diminui cargos e ministérios em âmbito federal.

A VERDADE


O Brasil passa por um momento de crise institucional, moral e econômica, diante dos últimos governos do PT e Temer. E, na última semana, Bolsonaro compartilhou texto em que coloca o Brasil como ingovernável sem conchavos políticos. Com isso, a população quer cobrar do Congresso apoio às pautas decidas pela população, em 2018, como fundamentais para o progresso do país e o combate à corrupção. 


Nesta quarta-feira (22), Bolsonaro deixou claro que o manifesto não foi convocado por ele, porém compreende a importância dessas vozes vindas das ruas, lembrou que os atos são espontâneos. 


Veja o tweet do presidente: “Quanto aos atos do dia 26, vejo como uma manifestação espontânea da população, que de forma inédita vem sendo a voz principal para as decisões políticas que o Brasil deve tomar”. 
É necessário que o parlamentar explique o tom irônico de sua fala e as razões de ter usado de uma notícia falsa atribuindo a Bolsonaro, a convocação desses manifestos. 

Outro Lado

Em contato com o deputado Wilson Santos, ele informou que a o fato de ter dito que a manifestação teria sido convocada pela Presidente da República, foi apenas uma “força de expressão” e que pode ter se confundido pelas inúmeras informações sobre o acontecimento que estão em todas as mídias.

Sobre o termo ALVISSAREIRAS no plano da economia, que utilizou na tribuna, ele explicou que se referia aos relatórios apresentados pelo
do secretário de fazenda do Mato Grosso, Rogério Gallo em sua ida a ALMT, para expor as atuais condições financeiro do estado.

Redação


Sobre o Autor

Talvez você também goste

Polícia 0 Comentários

CAOS NA SEGURANÇA : CASA É ARROMBADA 2 VEZES EM RONDONÓPOLIS

O caos na segurança pública é notório em todo o estado do MT, um morador do bairro Jardim Oliveira em Rondonópolis – MT, teve sua residência arrombada duas vezes em

RONDONÓPOLIS 0 Comentários

Nívia Calzolari presidente da Coder é homenageada pela Câmara de vereadores

Nívea é graduada em Engenharia Civil e técnica em Contabilidade, nasceu em Assis, interior de São Paulo, mas mudou-se para Rondonópolis em 1979. Na Prefeitura Municipal exerceu o cargo de

Mato Grosso 0 Comentários

Projeto de lei propõe que Detran não reboque carros em blitz

O motorista que for flagrado, em alguma blitz do Detran, com irregularidade no veículo não terá mais o automóvel imediatamente apreendido. Isso é o que propõe o Projeto de Lei  nº

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta