sexta-feira, abril 12, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Três pessoas são presas suspeitas de roubar 56 mil litros de óleo diesel em MT

    Três pessoas foram presas, suspeitas de integrarem um grupo que roubou 56 mil litros de óleo diesel. Segundo a Polícia Civil, além das prisões, foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão em Cuiabá e Várzea Grande, região metropolitana da capital, durante a Operação Guilhotina, nesta quarta-feira (21).

    O crime foi registrado em setembro de 2023, contra um caminhoneiro que fazia o transporte do combustível de Paulínia, no interior de São Paulo, para Várzea Grande.

    A investigação apontou que o líder do grupo criminoso é conhecido pelas autoridades, e já agiu em diversos roubos de cargas na capital e no interior do estado. O grupo conta ainda com a participação da esposa do suspeito, e de um homem responsável por conduzir o caminhão roubado entre Rondonópolis e Várzea Grande.

    O roubo

    De acordo com a polícia, no dia 20 de setembro, o motorista da carreta tanque chegou a Rondonópolis, parou o veículo na entrada da cidade e solicitou autorização da transportadora para seguir a viagem até Várzea Grande. Ao voltar para a estrada, percebeu um problema na marcha e saiu do veículo para verificar o que teria acontecido. Nesse momento, a vítima foi abordada por um casal armado, que anunciou o roubo.

    Em seguida, os criminosos ordenaram que o motorista entrasse no caminhão, e um deles ficou sentado atrás do banco do condutor, apontando uma arma de fogo contra a vítima. O suspeito ordenou que a vítima seguisse pela estrada e cruzasse a cidade de Rondonópolis e, ao passar por uma praça de pedágio na BR-364, mandou o motorista parar o caminhão perto de um veículo que os aguardava na beira da rodovia.

    À polícia, o motorista disse que teve a cabeça coberta por um capuz, mas percebeu que um terceiro suspeito entrou no caminhão. Ele foi retirado da carreta e levado por um dos criminosos para dentro de um matagal, onde ficou durante o restante da noite.

    Na manhã seguinte, o criminoso recebeu uma ligação e depois amarrou as pernas da vítima com um cadarço e saiu do local. Minutos depois, a vítima conseguiu se libertar e caminhou até a rodovia, sendo socorrida até um posto da Polícia Rodoviária Federal e depois encaminhada a uma unidade da Polícia Civil.

    Investigação
    A Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) descobriu o trajeto do caminhão e o veículo usado de apoio aos criminosos, que foi locado por uma empresa de transporte, de propriedade do casal investigado, e que foi devolvido à locadora um dia depois do roubo.

    O mesmo veículo esteve ainda no endereço da empresa do casal investigado, e no mesmo dia seguiu para Rondonópolis, onde passou a noite no dia 20 de setembro. A equipe da GCCO confirmou ainda que o veículo era conduzido pelo líder do grupo criminoso, que estava com a esposa.

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    CÂMARA -CUIABÁ - BALANÇO 2023

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL