Foto: Wheverton Barros TRANSPORTE COLETIVO: COMISSÃO FINALIZA TRABALHOS PARA GARANTIR SERVIÇOS AOS CIDADÃOS

TRANSPORTE COLETIVO: COMISSÃO FINALIZA TRABALHOS PARA GARANTIR SERVIÇOS AOS CIDADÃOS

A Comissão do Transporte Urbano de Rondonópolis que contou com a participação da Prefeitura, empresa de Transporte Coletivo Cidade de Pedra, entidades, sindicatos e Câmara Municipal, finalizou na manhã desta quinta-feira (28) os trabalhos iniciados há algumas semanas. Um decreto que será publicado no Diário Oficial do Município oficializará a comissão e será precedido da publicação da ata da reunião. O prefeito Zé Carlos do Pátio participou, juntamente com os demais integrantes, das decisões tomadas.

A Comissão tomou as decisões para buscar garantir a estabilidade da empresa Cidade de Pedra até que seja realizada a próxima licitação, que deve ocorrer num prazo de quatro meses, para o transporte coletivo assim como assegurar o serviço ao cidadão.

Ficou definido pela comissão, que neste período de quatro meses, a passagem passa de R$ 3,80 para R$ 4,10, levando-se em conta que não havia reajuste há mais de um ano e meio, a decisão foi aprovada na tarde desta quinta-feira pelo Conselho Municipal de Trânsito. Já o repasse da prefeitura para a empresa referente ao passe-livre estudantil que era de 38% no valor da passagem, sobe para 50%.

A comissão decidiu ainda reiterar as leis federais que tratam da gratuidade do transporte para idosos e pessoas com deficiências encaminhando à Câmara Municipal uma regulamentação para tais leis.

Além disso, ficou detectado pela mesma comissão que o Índice de Passageiros por Quilômetro Rodado (IPK) de Rondonópolis está abaixo da média nacional e que este seria um dos motivos das licitações anteriores serem desertas.

Outro ponto identificado pela comissão e que levou aos fracassos nas tentativas nas licitações é o fato da cidade ser pouco adensada e o crescimento da renda média do trabalhador rondonopolitano que o levou a optar por outro meio de transporte.

Todas as medidas adotadas visam garantir o acesso ao cidadão o direito ao transporte público e a manutenção dos serviços prestados pela empresa Cidade de Pedra pelo período de quatro meses.

Redação com Assessoria

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Notícias 0 Comentários

NÃO COLOU: FALSO ESCRIVÃO DA POLÍCIA CIVIL É PRESO EM VÁRZEA GRANDE

Carlos Alexandre Meireles, de 36 anos foi preso após tentar se passar por um escrivão da Polícia Civil durante uma abordagem policial, na noite desta sexta-feira (7), na Avenida Júlio

Notícias

Policial penal e PM agem rápido desarticulam quadrilha e impede que celulares e drogas sejam lançados na Mata Grande

Três homens suspeitos de associação para o tráfico de drogas foram presos em flagrante, por tentar lançar drogas para dentro do presídio Penitenciária Regional Major Eldo de Sá Corrêa (Mata

Brasil

Lira não quer Bia Kicis na CCJ

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP), já trabalha pela condução da deputada Margarete Coelho (PP) para o comando da CCJ da Câmara. A articulação é uma resposta à repercussão

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta