segunda-feira, abril 15, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Trabalhadores fogem de situação análoga à escravidão e quadrilha é presa em MT

    Duas pessoas, de 41 e 56 anos, foram resgatadas após fugirem de uma propriedade em uma zona rural de Sinop, a 503 km de Cuiabá, onde eram mantidas em situação de trabalho análogo à escravidão, nessa sexta-feira (22). Segundo a Polícia Militar, quatro pessoas foram presas pelo crime e por desmatamento ilegal.

    Uma das vítimas contou que trabalhava há um ano e quatro meses sem registro, recebendo apenas R$ 200, sem permissão para manter contato com familiares e recebendo ameaças de ser agredido com pedaços de mangueira ou facão.

    As vítimas também relataram que não eram devidamente alimentadas e dormiam em pequenos colchões jogados no chão, além de serem obrigadas a desmatar a região e carregar caminhões com toras de madeira, sem nenhum tipo de equipamento de segurança ou folga durante a semana.

    Prisão
    Ainda de acordo com a PM, após a o resgate, os militares se deslocaram até o endereço dos suspeitos, que foram presos em flagrante. No local, as equipes encontraram diversas toras de madeira e um barracão improvisado, que era usado pelas vítimas.

    A equipe também encontrou uma motosserra, uma luneta e diversos utensílios para equipamentos de arma de fogo. À PM, os suspeitos disseram que não tinham autorização de nenhum órgão competente para o desmate.

    Os suspeitos e as vítimas foram encaminhadas à delegacia. O caso segue sendo investigado.

    Resgates

    Um total de 3.190 trabalhadores foram resgatados de condições análogas à escravidão no Brasil em 2023, divulgou o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) no dia 10 de janeiro deste ano. Segundo o órgão, o número de resgates é o maior dos últimos 14 anos.

    O maior número de ações e resgates em 2023 foi realizado na região Sudeste, seguida do Centro-Oeste e Nordeste. Somente em Mato Grosso, foram dez pessoas resgatadas, segundo o levantamento.

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    CÂMARA -CUIABÁ - BALANÇO 2023

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL