terça-feira, abril 23, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Tesoureiro do CV usou times de futebol e advogados para lavar R$ 64 milhões em MT

    Principal alvo da Operação Apito Final, deflagrada nessa terça-feira (2/4) pela Polícia Civil do Mato Grosso, Paulo Witer, o tesoureiro da facção carioca Comando Vermelho (CV), movimentou aproximadamente R$ 65 milhões em apenas dois anos.

    Para mascarar a origem ilícita dos recursos, o criminoso adquiriu carros de luxo e até mesmo times de futebol. Também conhecido como WT, Paulo atuava em Cuiabá, na capital do estado.

    Além do tesoureiro, preso em Maceió (AL), os investigadores também miraram o irmão dele, um empresário conhecido como Fagner, que estava prestes a se candidatar nas eleições deste ano para o cargo de vereador.

    Ao menos dois times de futebol estão em nome do empresário preso. A suspeita é de que os clubes “Amigos do WT” e “Futebol Amador” eram usados para lavar dinheiro.

    Ainda durante a ação, um jogador, identificado apenas como Alex, e que atuava como centroavante em uma das equipes, foi detido.

    No total, a polícia cumpriu 29 mandados de buscas e apreensão, indisponibilidade de 33 imóveis, sequestro de 45 veículos e bloqueio de 25 contas bancárias. Os imóveis de WT estavam em nome de familiares, advogados e laranjas.

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    CÂMARA -CUIABÁ - BALANÇO 2023

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL