sexta-feira, abril 12, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Terceiro suspeito de envolvimento em duplo homicídio em bar de MT é preso

    Outro suspeito de envolvimento em um duplo homicídio que ocorreu em um bar de Pontes e Lacerda, a 483 km de Cuiabá, foi preso no domingo (25). Junto com o suspeito, a Polícia Civil apreendeu o veículo usado no crime.

    Ainda de acordo com a polícia, as equipes chegaram até uma casa onde encontraram o veículo. Dois homens estavam no local e um deles, de 19 anos, confessou ter participado do duplo homicídio.

    Na madrugada de sexta-feira (23), dois suspeitos de envolvimento no crime foram presos enquanto se preparavam para fugir. Os dois estavam saindo de uma casa alugada e um veículo de transporte por aplicativo os aguardava na entrada do local para levá-los à rodoviária do município, de onde embarcariam para a capital.

    Segundo o delegado responsável pelo caso, os policiais utilizaram detector de metais na casa do suspeito para procurar por armas, já que uma arma de fogo foi encontrada durante uma das prisões vinculada aos homicídios.

    Durante as buscas no veículo, foram encontradas uma balaclava preta e luvas descartáveis. Os três suspeitos vão responder por homicídio doloso qualificado, porte ilegal de arma de fogo e organização criminosa.

    Entenda o caso

    O crime ocorreu na noite dessa sexta-feira (23), quando um dos suspeitos entrou encapuzado em um bar na BR-174 e efetuou diversos disparos contra as vítimas identificadas como Herivelton Malaquias Nunes, de 28 anos, e Jonison Souza Toledo, de 39 anos. Após o ocorrido, o atirador fugiu do local.

    Câmeras de segurança do local registraram o momento em que o suspeito atira diversas vezes em Herivelton e Jonison.

    O Corpo de Bombeiros foi acionado para prestar socorro às vítimas, que não resistiram aos ferimentos e morreram no local.

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    CÂMARA -CUIABÁ - BALANÇO 2023

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL