SITE DA CÂMARA FEDERAL INDUZ AO ERRO; SOBRE CARGO DE FLORDELIZ

SITE DA CÂMARA FEDERAL INDUZ AO ERRO; SOBRE CARGO DE FLORDELIZ

Com orçamento de R$ 6,4 bilhões a câmara de deputados não consegue ter um portal adequado para consultas, porém sabe gastar com sua própria estrutura, deputados e funcionários.

Isso porque nesta quarta-feira (3) consta a informação de que a deputada Flordelis (PSD-RJ), acusada de mandar matar o marido, o pastor Anderson do Carmo, seria titular de um cargo na Secretaria da Mulher. E não existe qualquer referência explicativa no site da câmara federal, sobre este procedimento, induzindo grande parte dos veículos de comunicação ao erro.

No entanto, a informação é que “Todas as mulheres estão como titulares da Secretaria da Mulher durante o processo de votação remota. Foi feito um sistema para realizarmos nossas reuniões na secretaria. Todas as deputadas estão como titulares, como se fossem de uma comissão. Por isso o nome dela está lá”, esclareceu a deputada.

A confusão começou porque, na página de Flordelis, aparece entre os seus cargos, em 2021, a Secretaria da Mulher.

A assessoria parlamentar de Flordelis disse que Flordelis não tem interesse em assumir cargo na secretaria ou qualquer outro de liderança porque está focada no exercício do mandato e em sua defesa na Justiça. “Ela não foi convidada, ela não tem interesse, é uma questão normal todas as mulheres aparecem como sendo da secretaria”, explicou o gabinete. Ao todo, a secretaria tem oito cargos de direção, inclusive da Procuradoria da Mulher, e coordenação.

Redação com Congresso em Foco.

Sobre o Autor

Talvez você também goste

EM MACEIÓ GRUPO PROTESTA E FAZ “ENTERRO” DA GLOBO

A orla de Ponta Verde, em Maceió, foi palco de um protesto do Movimento Brasil contra a Globo com direito a “enterro” da emissora (vídeo abaixo). O ato, segundo integrantes,

Mato Grosso

Do desespero ao alívio – recém-nascido some de hospital

Um bebê com menos de um dia de vida desapareceu na madrugada de hoje no Hospital Santa Casa de Misericórdia, em Belém, e foi encontrado horas depois sob os cuidados

Destaques

NOTA DA AUDICOM-MT : “TJ MT impede interferência da AUDICOM-MT na Prefeitura Municipal de Rondonópolis”

A AUDICOM-MT, associação civil, com personalidade jurídica de direito privado, que representa os interesses da categoria dos Auditores e Controladores Internos do município, neste ato representada pelo seu Presidente, Angelo