quinta-feira, fevereiro 22, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Servidores do Banco Central aprovam estado de greve

    “Diante dessa disparidade, o Banco Central anuncia o Estado de Greve como uma declaração política para o ano de 2024”, informa nota do Sinal

    Os servidores do Banco Central aprovaram o Estado de Greve Geral durante assembleia geral realizada nesta quarta-feira, 20 de dezembro. A informação foi confirmada pelo Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (SINAL). De acordo com o sindicato, a decisão é uma resposta ao que consideram uma falta de benefícios para a categoria na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e das mudanças solicitadas para a Lei Orçamentária Anual (LOA) 2024 aprovadas pelo Congresso.

    A categoria reclama que os auditores fiscais da Receita Federal e a Polícia Federal obterem concessões no referido texto e podem receber propostas salariais do Governo nos próximos dias, enquanto os funcionários do Banco Central foram excluídos dessas possibilidades. “Diante dessa disparidade, o Banco Central anuncia o Estado de Greve como uma declaração política para o ano de 2024”, informa nota do Sinal.

    Os principais pleitos dos servidores do Banco Central são: a criação de uma Retribuição por Produtividade Institucional, o reajuste nas tabelas remuneratórias, a exigência de nível superior para o cargo de técnico e mudança do nome do cargo de analista para auditor.

    Dentre os possíveis impactos em cenário de greve observados pelo sindicato estão a obstrução profunda na gestão do Banco Central, resultando em atrasos e não-entrega de serviços; a risco de descontinuidade de serviços do Pix; prejuízos à conclusão de projetos em curso, como o Drex, supervisão de Prevenção à Lavagem de Dinheiro e Financiamento do Terrorismo, e regulamentação de ativos virtuais; possíveis adiamentos e suspensões de atividades com a participação dos agentes do mercado financeiro.

    O sindicato também destaca como possíveis com a entrega das funções comissionadas por seus atuais detentores o agravamento de todos os atrasos e interrupções acima descritos, uma vez que faltará gerentes e coordenadores para assinarem e autorizarem a execução dos serviços.

    Confira outros pontos destacados pelo sindicato do funcionário do BC em nota:

    – Estado de Greve Geral: Aprovado em assembleia geral, reflete a insatisfação dos servidores do Banco Central em relação à falta de consideração para com suas demandas. Em se confirmando o tratamento desigual para o BC, em desfavor das outras carreiras, uma assembleia específica no BC será convocada em seguida para decidir pela greve.

    – Desigualdade nas Concessões: O texto aprovado da LDO e as mudanças na LOA 2024 beneficiaram auditores fiscais da Receita Federal e a Polícia Federal, deixando de lado os servidores do Banco Central.

    – Razões para o Estado de Greve: A exclusão de melhorias para os servidores do BC no contexto das mudanças orçamentárias indica a necessidade de ação coletiva.

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    AMOR ALÉM DA VIDA

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL