sexta-feira, abril 12, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Servidores de Câmara são alvos de operação que investiga possível recebimento indevido de verbas em MT

    Servidores da Câmara de Barra do Garças, a 509 km de Cuiabá, foram alvos da Operação Transparência, deflagrada nesta quinta-feira (14), para investigar funcionários públicos por possível recebimento indevido de verbas na gestão anterior. A Polícia Civil cumpriu três mandados de busca e apreensão contra.

    De acordo com a Polícia Civil, os mandados foram cumpridos em quatro setores, sendo o Contábil, Jurídico, Arquivo Recursos Humanos e em duas residências no município.

    Os trabalhos foram realizados pela Polícia Civil com apoio da Câmara Municipal, que denunciou os fatos identificados pelo presidente da Câmara no biênio 2021/2022. Foram verificados que em gestões anteriores, servidores teriam recebido indevidamente verbas que eram garantidas a servidores concursados.

    Com a descoberta, foi realizado o desligamento de parte dos servidores que já estavam aposentados pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e comunicado os fatos para o Ministério Público de Mato Grosso, Tribunal de Contas (TCE) e Polícia Civil.

    Com a implantação da digitalização do acervo de documentos na Câmara Municipal, os documentos que estavam no arquivo físico foram remetidos à 1ª Delegacia de Polícia de Barra do Garças, sendo confirmado após a análise dos documentos os fatos denunciados.

    Com base na análise do material, a polícia representou por mandados de busca com o objetivo de aprofundar as investigações, apreender elementos que possam auxiliar o aprofundamento das investigações como computadores e documentos que possam estar ocultos em setores da instituição pública.

    O material apreendido será analisado e periciado, no intuito de encontrar possíveis provas documentais que venham a instruir os autos de investigação em curso.

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    CÂMARA -CUIABÁ - BALANÇO 2023

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL