Sequestradores colocam bebê pela janela para evitar que a polícia atire.

Sequestradores colocam bebê pela janela para evitar que a polícia atire.

Família viveu momentos de terror ao sofrer assalto seguido de sequestro no interior de Mato Grosso

Uma família moradora de uma propriedade rural na Gleba Tibaji, em Brasnorte (590 km de Cuiabá), viveu momentos de terror nessa segunda-feira (25) depois de ser vítima de um assalto em que uma mulher de 49 anos e uma bebê de um ano foram levadas como reféns.

Perseguidos pela polícia, os ladrões chegaram a colocar a bebê na janela para servir como escudo e impedir que os militares atirassem e, depois, uma suspeita saiu com um canivete no pescoço da bebê, mas acabou se desequilibrando e uma vítima a esfaqueou.

Conforme o boletim de ocorrência, quatro ladrões invadiram o sítio por volta das 17 horas e levaram uma motocicleta e alguns objetos pessoais da família.

Em seguida, eles pegaram um homem de 48 anos, que estava no sítio, de refém, levaram-o até sua propriedade rural e realizaram um segundo roubo.

Em um momento de descuido dos ladrões, o homem conseguiu fugir, mas os bandidos pegaram a mulher dele, de 49 anos, e uma bebê de um ano, colocaram no carro do casal e fugiram em direção à cidade de Sapezal (520 km de Cuiabá).

A Polícia Militar foi acionada e iniciou as buscas aos suspeitos, conseguindo localizá-los por volta das 22 horas, saindo de um posto de combustível.

Os policiais tentaram parar o carro, mas eles iniciaram uma fuga em alta velocidade pelas ruas de Sapezal. Durante a fuga, um suspeito começou a atirar nos policiais e, para impedir que eles revidassem, obrigaram a refém adulta a colocar a bebê na janela.

A perseguição durou cerca de 10 minutos, até que o suspeito bateu no meio-fio e estourou o pneu do carro, sendo obrigado a parar.

Ele desceu do carro correndo e atirando contra os policiais, que revidaram, mas não o acertaram. Ele conseguiu entrar em um matagal e fugiu.

A comparsa dele, então, desceu do carro com a bebê, colocando um canivete no pescoço dela. Porém, ao descer do veículo, ela caiu e a outra refém tomou o canivete dela, a golpeou algumas vezes, pegou a bebê que estava embaixo da mulher e saiu correndo em direção aos policiais.

A suspeita, de apenas 16 anos, foi algemada e uma ambulância foi acionada para socorrê-la. As vítimas que foram feitas reféns também ficaram feridas devido às agressões sofridas durante o roubo.

O carro foi apreendido e dentro dele foi localizada uma espingarda carregada. O suspeito que fugiu já foi identificado, mas segue foragido.

O caso foi registrado como roubo, sequestro e cárcere privado.

Redação com O Livre

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Política

Thiago Muniz e Ibrahim prestigiam posse de Fulô

Os pré-candidatos a prefeito e vice Thiago Muniz (DEM) e Ibrahim Zaher (PSB) dedicaram parte da agenda de segunda-feira (21) para uma visita até a Câmara de Rondonópolis. A dupla

Brasil

R$ 180,5 milhões| Crédito para Produtores e empreendedores do Pantanal

Produtores e empreendedores da região da Planície Pantaneira vão contar com R$ 180,5 milhões em linha de crédito do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO). O montante foi aprovado

Destaques

Guedes e o pacote de R$ 750 bi

O ministro Paulo Guedes está trabalhando em um pacote que somará R$ 750 bilhões para enfrentar o impacto econômico do novo coronavírus. Parte deste dinheiro já havia sido anunciado —

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta