Rondonópolis: Comércio tenta sobreviver a pandemia e aos decretos insanos

Rondonópolis: Comércio tenta sobreviver a pandemia e aos decretos insanos

O comércio é um dos setores que mais emprega trabalhadores formais em sua economia, e contabiliza os efeitos negativos do Covid-19. Na tentativa de sobreviver entre decretos e ações judiciais, muitos comerciantes buscam manter suas atividades comerciais funcionando.

Decretos municipais, estaduais, sangram a exaustão o último folego dos empresários para manter funcionários, e seu meio de sobrevivência em atividade. Enquanto a imunização em massa não chega, os comerciantes e seus funcionários buscam formas para sobreviver em meio à crise.

Os comerciantes, com constantes restrições para trabalhar, são os mesmo que o estado e o município não têm qualquer restrição em lhes cobrar impostos e taxas, e não entende por que determinado setor não podem funcionar, como se fossem os culpados pela terrível pandemia. E pagam o preço alto, enquanto isso sobram festas clandestinas e aglomerações.

Redação

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Notícias 0 Comentários

MANIFESTAÇÃO EM BARRA DO GARÇAS

Estudantes da UFMT, Professores, Técnicos administrativos e Alunos do IFMT se reuniram em ato de mobilização em Barra do Garças durante as mobilizações nacionais do dia 30/05. Munidos de cartazes,

Economia

Núcleo da APROSOJA Rondonópolis participará de evento verde e amarelo

Na noite desta segunda-feira (26), o núcleo da APROSOJA de Rondonópolis – MT realizou no sindicato Rural uma reunião para deliberar sobre adesão ao movimento verde e amarelo que acontecerá

Mato Grosso 0 Comentários

DOIS MORTOS NA TENTATIVA DE INVASÃO DA FAZENDA DE RIVA E SILVAL EM COLNIZA- MT

Um tiroteio na manhã deste sábado (5) deixou pelo menos dois mortos e sete pessoas feridas na fazenda que pertence ao ex-governador Silval Barbosa e ao ex-deputado estadual José Riva,