terça-feira, fevereiro 27, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Revelada a Capital Mais Conservadora do Brasil, de Acordo com Pesquisa

    Um estudo realizado pelo Futura Inteligência mostra que Goiânia é a capital do Brasil que mais se identifica com a direita política, com 48,2% dos participantes manifestando essa inclinação.

    A pesquisa inclui 15 capitais estaduais, e os achados indicam que em nenhuma delas a esquerda foi mencionada como a orientação ideológica preferida pela maioria dos votantes.

    Em oito cidades principais, a maioria dos participantes da pesquisa indicou que não possui uma inclinação ideológica específica, enquanto em sete outras, a direita foi reconhecida como a tendência política mais comum. Para coletar essas informações, o instituto questionou se “o posicionamento político do candidato é importante na decisão do seu voto?” e, “se sim, tem preferência por algum posicionamento político?”.

    Em cidades como Goiânia (48,2%), Cuiabá (40,7%), Belo Horizonte (40,7%), Vitória (33,9%), Curitiba (42,4%), Florianópolis (43,5%) e Porto Alegre (40,0%), a maioria da população se identifica mais com a direita.

    Em contrapartida, em cidades como Rio de Janeiro (43,1%), São Paulo (39,4%), Fortaleza (39,8%), Recife (35,0%), Salvador (49,6%), São Luís (47,8%), Belém (43,4%) e Manaus (46,8%), a maioria afirmou não possuir preferências ideológicas.

    É notável que, além de não ser a ideologia mais favorecida em nenhuma capital, a esquerda surge apenas como a segunda opção mais frequente em Florianópolis (23,3%). Nas outras cidades, os de direita e aqueles sem preferência alternam entre as duas primeiras posições.

    O estudo compreendeu um total de 14.450 entrevistas feitas entre novembro e dezembro nas 15 capitais referidas, com uma margem de erro que vai de 3 pontos percentuais em Recife até 3,95 pontos percentuais em Vitória.

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    AMOR ALÉM DA VIDA

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL