sábado, maio 25, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    R$23 milhões|EM TAXA DE ILUMINAÇÃO E RUAS NA ESCURIDÃO EM RONDONÓPOLIS

    Indignados Moradores de Rondonópolis-MT, denunciam a falta de iluminação pública nas ruas. Em um vídeo é possível perceber a calamidade de ruas próximas ao horto florestal, na vila Goulart.

    “Temos medo, muito perigoso sair em uma esquina escura, relatou um dos denunciantes.

    Outro morador, indagou: Será que essa iluminação é de graça? Pelo que sei pagamos uma taxa de iluminação pública, somos lesados porque não existe iluminação”.

    O município é o responsável pela iluminação (luminárias, lâmpadas, relés e reatores), e por isso o munícipe recebe a cobrança na conta de energia com a denominação de Contribuição de Iluminação Pública – CIP ou Contribuição para o Custeio do Serviço de Iluminação Pública – Cosip.

    A lei determina que o dinheiro arrecadado pela Administração Pública municipal, deve cobrir o custeio da iluminação pública, que passa pela reposição e manutenção dos equipamentos e despesas com o consumo energético.

    Rondonópolis está entre as 100 cidades do Brasil que mais arrecada com a taxa de iluminação, pontuando em 73º lugar no ranking (Dados apurados por Multi Cidades) e arrecadou em 2020 cerca de R$ 23.266.748,18 (Vinte e três milhões, duzentos e sessenta e seis mil setecentos e quarenta e oito reais e dezoito centavos).

    O resultado dessa arrecadação é oferecer um péssimo serviço de iluminação pública, onde não há sincronização de semáforos, aliada a escuridão dos parques públicos, ruas e avenidas além de uma total sensação de insegurança provocada pela escuridão.

    REDAÇÃO

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    ALMT|VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

    FESTA DAS NAÇÕES 2024

    BRASIL