R$ 9 milhões: Senadora é alvo da PF por desvio

R$ 9 milhões: Senadora é alvo da PF por desvio

A pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Kassio Nunes Marques, determinou que a Polícia Federal e o Ministério Público Federal (MPF) buscassem provas de crimes envolvendo desvios de R$ 9 milhões em contratos da Companhia das Docas do Espírito Santo (Codesa), que opera o Porto de Vitória (ES).

Além de dois mandados de prisão temporária, a Operação Corsário cumpriu nesta quarta-feira (12) mandados de busca e apreensão em nove endereços localizados em cidades do Espírito Santos e do Distrito Federal, entre eles o da senadora Rose de Freitas (MDB-ES), alvo da investigação.

Além dos dois alvos dos mandados de prisão, a operação prendeu em flagrante, por porte ilegal de armas, um dos investigados no esquema que teria praticado crimes entre os anos de 2015 e 2018.

A competência do STF para atuar no caso deve-se à presença da senadora entre os investigados, sendo essa a primeira operação após a decisão sobre os chamados mandatos cruzados. A Suprema Corte entendeu que nesses casos prevalece o foro por prerrogativa de função, conforme foi defendido em recurso pela PGR.

Propina na Codesa

A Operação Corsários teve início com o recebimento de denúncia de exigência de propina por servidores da Codesa em contrato de locação de veículos. Segundo a PF, as apurações revelaram a existência de uma verdadeira organização criminosa infiltrada na empresa pública, por meio da indicação de pessoas de confiança do grupo para postos chaves, permitindo dessa forma a interferência nos certames, o superfaturamento e desvio dos valores pagos nos contratos subsequentes.

Redação com Diário do Poder

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Mato Grosso 0 Comentários

Max Russi homenageia procuradores e ex-procuradores de MT em sessão solene

“O procurador do estado. É a primeira vez que vejo, na Assembleia, receber o reconhecimento pelo seu dia”, enalteceu a procuradora-geral de Mato Grosso Gabriela Novis Neves, na sessão solene

Destaques 0 Comentários

AÇÃO POPULAR QUER IMPEDIR MAX RUSSI E GUILHERME MALOUF DE CONCORREREM AO TCE

O Marreta Urgente apurou, através de uma fonte que as pretensões dos deputados estaduais MAX RUSSI (PSB) e GUILHERME MALOUF (PSDB), de que um dos nomes seja o indicado para

Destaques

Candidatos negligenciam “uso de máscaras” em Rondonópolis

Uma das grandes preocupações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com relação a impedir que as eleições sirvam de vetor de propagação do novo Corona vírus. E dessa forma um Plano