sexta-feira, abril 12, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Quem são PM e filha de 19 anos mortos em assalto a farmácia em SP; suspeitos são identificados

    Com mais de 25 anos de profissão, o cabo da Polícia Militar de São Paulo Anderson de Oliveira Valentim, de 46 anos, gostava de exibir em suas redes sociais o amor pela família e também por sua religião, a umbanda. Sempre desejando “axé a todos” nas publicações, o PM produzia vídeos frequentemente em suas páginas, inclusive no TikTok, onde fardado comentava sobre as religiões de matriz africana, “desmistificando preconceitos ” e compartilhando ações sociais. Exibia ainda a paixão por seus cachorros e pelas artes marciais.

    Na madrugada de sábado, por volta das 5h, ele tentou impedir a ação de criminosos em frente a uma farmácia, no bairro Vila Medeiros, na Zona Norte de SP, enquanto esperava a esposa voltar da loja. Acabou morto a tiros e os três bandidos fugiram em seguida. Sua filha Alycia Perroni Valentim, de apenas 19 anos, que estava no banco de trás do carro, também foi atingida durante a troca de tiros e morreu. As câmeras de segurança do estabelecimento gravaram tudo.

    Anderson e Alycia foram sepultados na manhã deste domingo no Cemitério São Pedro, no bairro Vila Alpina. A jovem havia completado 19 anos em dezembro e, desde o ano passado, cursava faculdade de Direito. Antes, havia estudado no Colégio da Polícia Militar, no Centro. Em suas redes, dizia que fazia estágio no Tribunal de Justiça de São Paulo. Gostava, também, de exibir o amor pelos irmãos e pelo time de coração de toda a família, o Corinthians.

    Suspeitos têm prisão decretada pela Justiça

    Em nota, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo lamenta a morte do PM e de sua filha e detalha o que os investigadores já sabem até agora. A Polícia Civil, por meio do Departamento de Homicídios, informou que os três autores do latrocínio que vitimou o policial militar Anderson de Oliveira Valentin, de 46 anos, e sua filha, de 19, na manhã deste sábado (24), foram identificados e tiveram a prisão temporária decretada pela Justiça. Eles seguem sendo procurados.

    O PM estava de folga e havia ido a uma farmácia acompanhado da filha e da esposa.
    Enquanto a mulher entrou no estabelecimento, o policial permaneceu com a sua filha dentro do veículo estacionado.
    Na sequência, três suspeitos encapuzados, um deles armado, se aproximaram da farmácia, fazem um gesto na direção do PM e tentaram abrir a porta, mas ela estava trancada. Neste momento, o policial decidiu reagir à ação e, tanto ele como sua filha, que estava dentro do carro, acabaram atingidos por tiros disparados pelos criminosos.
    Em seguida, o trio fugiu utilizando um veículo GM Spin de cor cinza.
    O carro foi localizado posteriormente por policiais militares, na Rua Fiori Polachini, em Guarulhos, na Grande São Paulo. Dentro do automóvel, que era produto de furto, foram recolhidos diversos objetos, incluindo os capuzes utilizados na ação.
    Exames periciais foram solicitados ao Instituto Criminal e Instituto Médico Legal, e o caso foi registrado como latrocínio no 73º Distrito Policial (Jaçanã). A esposa e mãe das vítimas, assim como o atendente da farmácia já foram ouvidos, e as investigações prosseguem pelo DHPP com o objetivo de identificar e prender os autores.

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    CÂMARA -CUIABÁ - BALANÇO 2023

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL