Quantidade de vacinas H1N1 disponibilizadas não atende a população de Rondonópolis

Quantidade de vacinas H1N1 disponibilizadas não atende a população de Rondonópolis

Com a confirmação de duas mortes causadas pela gripe H1N1, o parlamentar realizou indicação em sessão plenária para alertar o Estado

O deputado estadual Delegado Claudinei (PSL), em sessão plenária na Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso (ALMT), na última terça-feira (25), apresentou indicação de número 2.435/2019 sobre a necessidade de realizar a manutenção e o aumento de estoques das vacinas de combate ao vírus da gripe H1N1 que integra o vírus influenza tipo A, em Rondonópolis (MT).

A preocupação do parlamentar se deve aos cinco óbitos suspeitos registrados no município, sendo que dois foram confirmados decorrentes da doença. “Já são dois casos confirmados, infelizmente, através dos exames, que foram vítimas fatais. Gripe que chegou e vem se espalhando pelo Brasil todo. Fizemos contato com a nossa bancada federal de Mato Grosso, deputados e senadores buscando este apoio para Rondonópolis, junto ao governo Federal e o Ministério da Saúde. A maioria das pessoas não tem condições de estarem pagando por volta de R$ 100 reais essas vacinas. Então, quem sofre são as pessoas mais carentes que depende do atendimento da saúde pública e depende destas vacinas”, reforça Delegado Claudinei.

A secretária de Saúde de Rondonópolis, Izalba Albuquerque, ficou satisfeita com a iniciativa do deputado em solicitar mais vacinas e considera que essa cobrança é coerente já que realmente tem um déficit de 30 mil doses de vacinas. Ela acrescenta que essa posição também fortalece para a solução deste problema junto aos outros representantes do governo estadual e federal. “Não conhecia o deputado, a atuação dele tem me deixado bastante tranquila quanto a representatividade na Assembleia Legislativa. Vejo a dedicação e atuação com assuntos relacionados a saúde. Os munícipes de Rondonópolis estão bem representados. Realmente, a quantidade de vacinas disponibilizadas foi feita com base na população de 2018. Teve um crescimento populacional de um ano para outro. E, principalmente, porque não recebemos as vacinas para os policiais. Então, este grupo em nosso município ficou desassistido”, explica.

A vacinação é a melhor estratégia para prevenção da gripe H1N1. Um dos sintomas apresentados pelo H1N1 é febre alta, mal-estar, dor de cabeça, espirros e tosse. É importante se atentar ao manter contato direto com pessoas infectadas, pois a transmissão ocorre da mesma forma quando é uma gripe comum. Outras medidas preventivas seriam lavar as mãos com água e sabão, utilizar álcool em gel, realizar uma boa alimentação, consumir bastante água e evitar locais fechados com aglomerado de pessoas.

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Sem Bolsonaro, Haddad vira alvo no debate

Em seu primeiro debate como candidato à presidência, Fernando Haddad foi o principal alvo, ontem à noite, na TV Aparecida. E poucos bateram tanto quanto Geraldo Alckmin, que começou a

Destaques 0 Comentários

CENSURA NO BRASIL: MINISTRO DO STF MANDA TIRAR REPORTAGEM SOBRE TOFFOLI

O ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), determinou que os sites da revista Crusoé e O Antagonista retirem do ar reportagem e notas publicadas na semana passada

PSDB/MT ENVIA NOTA E NILSON LEITÃO ALMOÇA COM MEMBROS DA EXECUTIVA DO PP E PTB

Enquanto o diretório se esforça para destruir qualquer menção, a uma possível retirada de candidatura do governador Pedro Taques (PSDB) para a reeleição, através de nota a imprensa. E tenta

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta