PRESO SUSPEITO DE ENVIAR WHATSAPP DE AMEAÇAS DO “BALEIA AZUL’ EM MT

PRESO SUSPEITO DE ENVIAR WHATSAPP DE AMEAÇAS DO “BALEIA AZUL’ EM MT

Prisão ocorreu em Novo Mundo/MT

Um jovem de 19 anos, identificado como Robson Silverio dos Anjos, foi preso na tarde da  quarta-feira (19), na cidade de Novo Mundo (741 km de Cuiabá).

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto/PM

O rapaz foi detido após postar uma mensagem em um grupo do WhatsApp dizendo que participava do ‘Desafio da Baleia Azul’ e que daria balas envenenadas para crianças em uma escola do município.

Conforme as informações do Boletim de Ocorrências (BO), a polícia recebeu uma denúncia de que o jovem de 19 anos havia dito em um dos grupos de WhatsApp existentes na cidade que iria dar balas envenenadas para os estudantes de uma escola de Novo Mundo. Os militares receberam inclusive prints das ameaças.

Uma viatura então seguiu para a casa do suspeito e realizou a detenção. Também foi apreendido o telefone celular do rapaz. O homem disse aos policiais que recebeu o conteúdo de um grupo da cidade de Sinop e que apenas alterou os dados para divulgar no grupo de uma rádio de Novo Mundo, do qual faz parte.

O suspeito ainda explica que tudo não passou de uma brincadeira e afirma que nunca participou do jogo e nunca foi ameaçado por ninguém para cumprir os desafios. O caso será investigado pela Polícia Judiciária Civil (PJC).

Seis participantes do desafio da Baleia Azul foram identificados pela Polícia Militar nas últimas horas. Em sua maioria, meninas, moradoras das cidades de Vila Rica e Confresa, sendo que o mais jovem possui apenas doze anos e a mais velha, 16.  A informação foi confirmada pelo tenente-coronel Joel Outo Mattos, que coordena as ações do 10º Comando Regional de Vila Rica.

Um dos grupos de WhatsApp identificado pela PM na região já contava com 345 participantes, distribuídos por várias cidades de Mato Grosso.

As descobertas foram possíveis durante a atividade preventiva que vem sendo executada pela PM nas escolas públicas de 11 cidades que integram a circunscrição da unidade policial, após a morte da estudante Maria de Fátima Oliveira, de 16 anos. No último dia 11, a garota se jogou em uma lagoa cumprindo, supostamente, o 50º desafio proposto pelo jogo virtual. A útima tarefa proposta é o suicídio.

 

Redação com olhar direto