sexta-feira, abril 12, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Presidente do Sispmur questiona e chama de golpe prorrogação de mandato de diretores do Serv Saúde, sem aprovação em assembleia

    A presidente do Sispmur- Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rondonópolis, Geane Lina Teles usou as redes sociais da entidade para manifestar a insatisfação, com a intenção da Prefeitura de Rondonópolis, em propor projeto de lei que prorroga mandato da atual diretoria do Serv Saúde. 

    A líder sindical lembra que legalmente qualquer ato sobre Serv Saúde e IMPRO só pode acontecer mediante consulta com servidores municipais de carreira. “Não existe esse negócio de atropelar a vontade do trabalho. E uma pauta que deve ser levada para uma assembleia geral, deliberada, colocada em votação. Em caso de aprovação tal proposta seguiria para a Câmara de Rondonópolis. Esse rito foi seguido recentemente, quando estávamos na pandemia de covid. Naquele momento não existia segurança sanitária para realizar eleição de Serv Saúde e IMPRO. Fizemos assembleia, a proposta foi aprovada, depois enviada para o executivo, na sequência foi para o legislativo. Agora qual o motivo para essa nova prorrogação?”, questiona.

    Geane ainda afirma que é no mínimo estranho que a redação não contemple o IMPRO. “E totalmente sem pé e cabeça. Quando os mandatos das diretorias passadas de IMPRO e Serv Saúde foram prorrogados, foi feito uma lei que os gestores atuais teriam mandato reduzido. Agora pensamos assim: Se quer prorrogar de um, também tem que prorrogar o de outro. Isso é claro com aprovação prévia, em assembleia geral”, argumenta. 

    Diante das irregularidades, o Sismpur enviou um ofício à Câmara de Rondonópolis explicando que a proposta do executivo é totalmente inconstitucional. “Tenho total confiança que essa maluquice será barrada no legislativo. Não existe qualquer lei que permita alteração na legislação do servidor, sem que o próprio trabalhador seja consultado. Acho muito difícil a Câmara comprar essa ideia. Mas se mesmo assim aprovarem vamos para a briga judicial. Estamos com a lei debaixo do braço e prontos para o embate”, garante. 

    A sindicalista também se mostrou surpresa com o projeto, meses antes da eleição do Serv Saúde. “E preciso entender por que tudo é feito com tanta pressa. Já estamos no segundo semestre, o processo eleitoral está para ser aberto. Não precisa de prorrogação de mandato. A atual diretoria pode tentar uma reeleição. Se ganhar, fica mais um tempo à frente da entidade. Agora enfiar um projeto goela abaixo do servidor é inaceitável. E um golpe, com interesse direto do prefeito José Carlos do Pátio e seus aliados. Mas eles vão cair do cavalo, o servidor não é bobo e nem massa de manobra. Dentro de poucos dias vamos expor os nomes dessas pessoas que defendem prorrogação e os motivos dessa insanidade”, garante.

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    CÂMARA -CUIABÁ - BALANÇO 2023

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL