quarta-feira, abril 17, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Prazo para fiança acaba e Daniel Alves permanece preso

    O prazo encerrou mais uma vez sem que a defesa de Daniel Alves conseguisse arrecadar o valor da fiança de 1 milhão de euros (cerca de R$ 5,5 milhões) para que o jogador possa ter a liberdade provisória. Os advogados deveriam comprovar o pagamento até as 11h desta sexta-feira (22/3) para que o ex-jogador fosse liberado a tempo de passar o fim de semana em casa, em Barcelona. Inicialmente o prazo se encerraria uma hora mais cedo, mas foi estendido pela Justiça Espanhola.

    A defesa tem encontrado problemas para levantar o valor estabelecido pela Justiça da Espanha. Desde a quarta-feira (20/3), o Tribunal de Barcelona decidiu que ele pode aguardar em liberdade o julgamento de um recurso, mas para isso teria de cumprir uma série de medidas e a primeira delas é o pagamento da fiança. Segundo o jornal La Vanguardia, a alternativa mais recente é um pedido de empréstimo.

    Isso porque, mesmo com patrimônio avaliado em cerca de 60 milhões de euros (R$ 324 milhões), Daniel Alves, se vê em dificuldade para acessar as contas bancárias. No Brasil, ele está em uma briga judicial com a ex-mulher por pensão alimentícia. E, na Europa, ainda aguarda o ressarcimento pela Fazenda espanhola de um processo que questiona valores pagos em antigas transferências de clubes.

    O pagamento da fiança é apenas uma das condições estabelecidas pela Justiça da Espanha para que o jogador deixe a prisão. Além disso, ele terá que comparecer semanalmente ao Tribunal de Barcelona, e não terne nhum tipo de contato com a vítima. Os passaportes do jogador também foram confiscados.

    Daniel Alves foi condenado a quatro anos e meio de prisão por agressão sexual. Ele é acusado de estuprar uma mulher no banheiro de uma boate em Barcelona, no final de 2022.

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    CÂMARA -CUIABÁ - BALANÇO 2023

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL