PM  é baleado e confundido com criminoso por colegas da polícia

PM é baleado e confundido com criminoso por colegas da polícia

Caso ocorreu em bairro de Lauro de Freitas, na Bahia

O soldado da Polícia Militar que foi baleado dentro do próprio carro, na tarde desta quarta-feira (18), em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador, foi atingido por colegas da 81ª CIPM ao ser confundido com um criminoso, segundo informações da delegada que investiga o caso, Juceli Rodrigues, substituta da 27ª Delegacia Territorial (DT/Itinga). Quinze disparos atingiram o carro. A situação também foi confirmada pela assessoria da PM. De acordo com a delegada, o policial ferido passa bem e continua sob avaliação médica. O PM baleado é lotado na Base Comunitária de Segurança (BCS) de Itinga.

A delegada informou que a vítima estava acompanhada de um amigo, um civil, quando foi abordada por policiais do serviço de investigação da Polícia Militar, que não utilizam carro plotado e nem uniformes. Ao perceber que um tiro havia sido disparado no veículo, a vítima pensou que fosse um assalto e arrastou o carro.

“Eles não viram que o policial pediu para parar, porque o som estava ligado. Eles se assustaram com o tiro de advertência e a vítima bateu em outro carro”, explicou Rodrigues.

Por meio de nota, a Polícia Militar detalhou que o soldado baleado contou que pensou se tratar de bandidos e não reconheceu os colegas da 81ª CIPM. Através de nota, a PM ainda informou que, na tentativa de fuga, o PM desmaiou ao bater o carro, momento em que o amigo pegou a arma do soldado, saiu do veículo e disparou contra os policias, por também acreditar que eram bandidos.

Como os policiais da 81° CIPM também pensaram se tratar de criminosos, eles atiraram contra o homem e o veículo. “Os policiais dispararam mais sobre o carro e só depois perceberam que se tratava de um colega”, contou a delegada”.

Ao aproximar-se, a guarnição reconheceu o colega e prestou socorro imediato a ele e ao amigo. O colega do soldado foi atingido por um disparo, socorrido para o Hospital Menandro de Farias e passa bem.  A Polícia Militar informou ainda que a unidade fará a instauração de um procedimento apuratório para esclarecer as circunstâncias e as responsabilidades sobre o fato.

Fonte: G1.com