domingo, fevereiro 25, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Plano Diretor|Delegado CRECI-MT manifesta preocupação e repúdio em Rondonópolis

    Aprovado em 1ª votação pela Câmara dos vereadores, na última quarta-feira (17).
O Plano foi aprovado sem alterações, as quais foram discutidas em audiências públicas realizadas com presença de representantes de diversos setores, onde foi observado a necessidade de mudanças via emendas em diversos pontos.

    Delegado CRECI-MT em Rondonópois -Vinicius Santana

    “A restrição do Plano Diretor aprovada é tão grande e absurda, que prejudica fortemente a população de baixa renda, a indústria, o crescimento e a geração de empregos, e faz com que os investimentos imobiliários, comerciais, e serviços sejam direcionados para outras cidades do estado, como Primavera do Leste, Lucas do Rio Verde e Sinop. Estou extremamente preocupado caso o plano em seu formato encaminhado pelo executivo seja aprovado pela câmara em sua segunda votação, que pode acontecer nesta quarta-feira  (24) ou num prazo de até 30 dias, O impacto social, emprego e renda será negativo de forma gigantesca”, afirmou o delegado Vinicius.

    O mercado imobiliário e a construção civil são os mais afetados, exemplo pode ser citado a criação de zonas de amortecimento e de áreas de risco, próximas a parques, aldeias indígenas, córregos, rios e áreas de proteção, que vão atingir 60% do território do município, e com isso não havendo possibilidade de construção.

    Vinicius Santana pontua de acordo com essas mudanças não apenas a construção civil será afetada, mas muitas famílias que moram há anos na cidade e vão passar a ficar em área ilegais.

    O CRECI MT, presente no município também cita a preocupação com a verticalização que está hoje em pleno crescimento, e com o Plano da forma que foi aprovado, um edifício que teria 25 andares só poderá ter 6, e um edifício que poderia ter 40 andares só poderá ter 10, mas a forma horizontal não deixou de ser atingida, onde condomínios ou residenciais que teriam 400 lotes, por exemplo, terão que passar a ter bem menos.

    O presidente do Conselho, Claudecir Contreira, se posiciona, junto com o delegado de Rondonópolis, Vinicius Santana, diretoria e conselheiros da autarquia, contra a aprovação do Plano sem as alterações, “ Os corretores de imóveis do município participaram ativamente, e por isso cobra a Câmara Municipal de Rondonópolis, que faça cumprir essas mudanças cobramos via emendas, e a garantia do funcionamento de áreas que já tem um registro na cidade, produz o sustento de diversas famílias do município”, enfatizou o presidente.

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    AMOR ALÉM DA VIDA

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL