Jefferson Rudy/Agência Senado PF prorroga investigação contra senador Wellington Fagundes

PF prorroga investigação contra senador Wellington Fagundes

A Polícia Federal (PF) solicitou a prorrogação de mais 90 dias no inquérito policial que investiga o senador Wellington Fagundes (PL), acusado de receber dinheiro via caixa dois da empresa JBS, nas eleições de 2014. A investigação se encontra na Justiça Eleitoral de Mato Grosso, após, desmembramento pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

De acordo com as investigações com base na delação dos irmãos Joesley e Wesley Batistas e outros ex-executivos do grupo J&F, Fagundes teria recebido R$ 300 mil em razão da função pública de deputado federal, que concorria ao Senado nas eleições de 2014, em troca de ‘evitar retaliações ou dificuldades para as empresas’ e ou ‘garantir a boa vontade e facilidade de contratos para futuros pleitos empresariais’, o que pode configurar o crime de corrupção passiva.

‘Consta também que a vantagem teria sido entregue em espécie, de modo a ocultar a origem do valor proveniente de infração penal e que o dinheiro serviu de caixa dois da campanha eleitoral de Wellington Fagundes ao Senado’, diz trecho do inquérito. A PF trabalha com indícios da prática do delito de lavagem de dinheiro ‘provenientes de infração penal e do crime de omissão’, já que tais valores não teriam sido declarados.

O Ministério Público Eleitoral emitiu parecer favorável para a prorrogação de prazo para a conclusão das investigações.

Redação com Folha Max

Talvez você também goste

RONDONÓPOLIS 0 Comentários

Rondonópolis bem representada no Anuário Brasileiro de Proteção 2018

A Machado Assessoria empresa da cidade de Rondonópolis- MT, dentre tantas empresas de segurança no trabalho no Brasil, é a representante do estado do Mato Grosso inclusa no Anuário Brasileiro

Não categorizado

ESQUERDA FAZ TERRORISMO CONTRA A DIREITA NAS MANIFESTAÇÕES

Foi um fim de semana de protestos pelo Brasil. Na noite de sábado, algumas dezenas de pessoas do grupo batizado de 300 manifestou em frente ao Supremo para protestar contra

Destaques

Regina Duarte deixa Secretaria Especial da Cultura e assumirá Cinemateca

Regina Duarte vai deixar o cargo de Secretária Especial de Cultura. Ela continuará no governo e no setor da cultura, mas troca a função. Regina Duarte vai assumir o cargo