Foto: Reprodução/Youtube PF investiga ações do auditor Alexandre Marques no TCU

PF investiga ações do auditor Alexandre Marques no TCU

O Tribunal de Contas da União (TCU) afastou por 60 dias o auditor Alexandre Figueiredo Costa Silva Marques e pediu que ele seja investigado pela Polícia Federal. Marques é suspeito de ter criado e inserido no sistema do tribunal um documento pessoal com dados distorcidos apontando um suposto superdimensionamento nas mortes por Covid. O “relatório” foi citado por Bolsonaro e desmentido pelo próprio TCU. A CPI da Pandemia decidiu ontem convocar o auditor. (Estadão)

Alexandre Marques é filho do coronel reformado do Exército Ricardo Silva Marques, colega de Bolsonaro na Academia Militar. O ex-militar ocupa um cargo comissionado na Petrobras desde 2019 e se reuniu com o presidente pelo menos três vezes. (Metrópoles)

Com o caso do TCU ainda quicando, Bolsonaro criou nova polêmica com informações falsas. Ele comparou as vacinas à cloroquina, dizendo que “ainda são experimentais”. (Estadão)

Redação com Meio

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Mato Grosso

Homem foi preso acusado de estuprar o próprio neto.

Um homem de 57 anos foi preso na terça-feira (2) após estuprar o próprio neto. O caso, que está em segredo de justiça por envolver menor de idade, aconteceu em

Notícias 0 Comentários

TENTATIVA DE BLECAUTE: FISCALIZAÇÃO IMPEDE DERRUBADA DE TORRE DE TRANSMISSÃO DE ENERGIA NO NORTE DO MT

Uma tentativa de causar blecaute de energia na região norte de Mato Grosso, foi impedida por Funcionários da empresa Concessionária de eletricidade. Durante a inspeção, na última quinta-feira (22), em

O RISCO QUE LULA IMPÕEM AO BRASIL

Não interessa se você acha que ele é culpado ou inocente: uma campanha construída de forma a conceder o poder supremo da nação a um presidiário é uma ameaça ao