Pedido de Impugnação de Aylon Arruda é protocolado na Justiça Eleitoral

Pedido de Impugnação de Aylon Arruda é protocolado na Justiça Eleitoral

Foi protocolada na justiça eleitoral, na tarde deste sábado (3/10), um pedido de impugnação do registro de candidatura do candidato a vice-prefeito Aylon Arruda (PSD) na chapa encabeçada pelo prefeito de Rondonópolis, José Carlos do Pátio (SD).

Segundo a solicitação do candidato Cel. Bonoto (PRTB), através da assessoria jurídica do advogado Rafael Rodrigues Soares ( Paulino & Soares Advogados), Aylon foi reeleito presidente do Sindicato Rural de Rondonópolis, em dezembro de 2019 para o triênio 2020-2022, conforme consta no próprio site do sindicato e nos sites locais. Assim, no exercício da presidência do sindicato, continuou exercendo os atos de gestão, de administração, além do período permitido pela legislação eleitoral.

E teria continuado participando ativamente de atos de distribuição de cestas básicas, com ampla cobertura da imprensa. Tendo que se afastar nos 4 (quatro) meses anteriores ao pleito. Além de que ter anexado nos autos de registro de candidatura a sua desincompatibilização da presidência do sindicato, conforme prevê o artigo 1º, II, “g”, da LC 64/90 – Lei das Inelegibilidades.

O caso aguarda a decisão Judicial e está protocolado sob Nº 0600473-80.2020.6.11.0046.

Redação

Talvez você também goste

Polícia 0 Comentários

Maruan, o Assassino da Amarok é preso em Rondonópolis

O juiz Wagner Plaza Machado Junior, da 1ª Vara Criminal de Rondonópolis decretou na tarde desta terça-feira (04) a prisão de Maruan Fernandes Haidar Ahmed, 20 anos, acusado de assassinar

RONDONÓPOLIS

Rua Dom Pedro II até quarta-feira (07) terá interdições escalonadas

A direção da Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis  (Coder), comunica aos motoristas e usuários das vias públicas  de Rondonópolis, que estará nesta semana realizando os serviços de  “microrrevestimento” ao longo

Polícia

Policiais militares e civis de MT e RO prendem quadrilha e frustram roubo de aviões

Em apoio à ação integrada “Operação Beiradeiros II ” da Polícia Militar e Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso e Rondônia, o Batalhão Rotam e Bope da PMMT, frustraram a atuação