segunda-feira, março 4, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Pastor é investigado por liderar organização criminosa em Goiânia

    O pastor Fabiano Martins da Silva é investigado por envolvimento com o tráfico de drogas em Goiânia. Ele foi preso em flagrante em novembro de 2023 suspeito de liderar uma organização criminosa de tráfico de drogas nos bairros Parque Industrial João Braz e Parque Santa Rita na capital. Na quinta-feira (18), o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) negou o pedido de habeas corpus

    Em nota, os advogados que representam Fabiano disseram que ele não faz parte de nenhuma organização criminosa de tráfico de drogas e que vai recorrer e provar por todos meios a ilegalidade da prisão (confira a nota na íntegra ao final da reportagem).

    De acordo com o TJGO, a defesa afirma que há ilegalidade na prisão dele e alega que, durante uma busca pessoal e veicular, os policiais não encontraram nada de ilícito com ele. Porém, conforme o desembargador Nicomedes Domingos Borges, a abordagem aconteceu por conta de uma denúncia anônima de que Fabiano era líder do tráfico de drogas, que foi confirmada após as buscas. Nesse sentido, a Justiça afirma que não há ilegalidade na ação.

    Em buscas, segundo os autos, os policiais localizaram três porções de maconha, dois celulares, diversas sacolinhas tipo zip-lock e R$ 377,50. “Questionado sobre origem e destinação dos entorpecentes, Fabiano pediu desculpas aos policiais e chorou”, diz o documento.

    Conforme a decisão, no dia da prisão, estava junto com Fabiano, Stefany Sousa de Oliveira, apontada como responsável por encaminhar os entorpecentes repassados por ele para “aviõezinhos” – pessoas que transportam pequenas quantidades de ilícitos.

    Com ela, os policiais encontraram porções de maconha, cocaína e R$ 271,50. Stefany teve a liberdade provisória concedida em audiência de custódia. A defesa dela disse que Stefany está aguardando audiência, marcada para março deste ano.

    Ajuda a suspeito de assassinato
    Fabiano é o mesmo líder religioso que ajudava o jovem Hian Alves de Oliveira, suspeito de matar Danilo Sousa, de 7 anos, que foi achado em uma mata, em julho de 2020.

    À época, Hian, que morava junto com Fabiano, disse à polícia que a motivação do crime seria ciúmes do líder religioso, a quem ele chamava de pai, com o padrasto do menino. Por isso, ele matou o menino e, incialmente, disse que teve ajuda do padrasto para o crime. O padrasto chegou a ser preso suspeito pela morte, mas foi solto posteriormente.

    Fabiano teria ajudado financeiramente a família do menino. Hian então reclamou dessa ajuda e chegou a dizer que a amizade entre Fabiano e o padrasto de Danilo era “exacerbada”. Por conta dessa situação, Hian cometeu o crime, com a intenção de incriminar o homem, segundo apurou a polícia.

    Nota na íntegra da defesa de Fabiano Martins da Silva
    A prisão foi mantida pela justiça para surpresa da defesa uma vez que o Fabiano não faz parte de nenhuma organização criminosa de tráfico de drogas, essa informação não consta dos autos, foi uma inverdade propagada em desfavor de Fabiano. O fundamento da mantença da prisão foi simplesmente por entenderem que os requisitos da prisão como dito pela casa julgadora estão presentes. A defesa vai recorrer e provar por todos meios a ilegalidade da mantença da prisão. A Stefany está em liberdade provisória aguardando audiência. Que já está marcada para o mês de março de 2024.

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    AMOR ALÉM DA VIDA

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL