O PLANO “LEWANDOWSKI” DE LULA AO NÃO LIBERAR HADDAD PARA CORRIDA ELEITORAL

O PLANO “LEWANDOWSKI” DE LULA AO NÃO LIBERAR HADDAD PARA CORRIDA ELEITORAL

Fernando Haddad não é candidato, ainda. A decisão de segurar a virada da chapa petista é do ex-presidente Lula, que deseja insistir nos recursos. Segundo Cristiana Lôbo, a aposta do PT é de que, ao questionar a decisão do TSE no Supremo, o sorteio leve o processo ao ministro Ricardo Lewandowski.

Ele é o único que poderia tomar uma decisão monocrática de suspender a decisão do TSE. As chances não são pequenas. Por terem participado do julgamento na corte eleitoral, Rosa Weber, Luís Roberto Barroso e Edson Fachin não participam do sorteio. Assim como não participa a presidente do STF, Cármen Lúcia.

A pressão no STF contra Lewandowski, para que não faça algo assim sozinho, é imensa. Ele poderia autorizar a candidatura do ex-presidente por liminar e levar ao plenário, para voto definitivo.

Uma liminar é perigosa para o PT. Afinal, o dia 11, terça-feira, é o prazo limite para substituição de candidatura. Se o partido decide insistir no jogo, depois disso, periga ficar sem qualquer candidato. Segundo Catia Seabra, Lula já cogita liberar Haddad para que concorra, a partir de terça, mesmo que tenha uma liminar favorável.

Enquanto isso… Piora a cada dia o clima entre Gleisi Hoffmann e Haddad. Segundo Lauro Jardim, a presidente do PT não gosta do ex-prefeito como candidato.

E… O TSE mandou suspender publicidade petista que trata Lula como candidato a presidente. A multa será de R$ 500 mil para cada vez que for exibido algo do tipo. O PT acusa a corte de reinstaurar a censura no Brasil.

Redação com Canal do Meio

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Educação 0 Comentários

Enem é aceito em 42 instituições de ensino portuguesas

O Instituto de Estudos Superiores de Fafe (IESFafe), de Portugal, passará a usar as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na seleção de brasileiros para os cursos de

Notícias 0 Comentários

“Não podemos votar de forma atropelada”, declara Delegado Claudinei sobre alíquota de 14%

A última semana de atividades parlamentares na Assembleia Legislativa de Mato Grosso de 2019 tem sido movimentada. Principalmente, devido à proposta de aumento da alíquota previdenciária estadual, que foi encaminhada

Mato Grosso

PSDB DESISTE DA EXPULSÃO DE WILSON SANTOS

Em agosto de 2020 o diretório municipal do PSDB, requereu a expulsão deputado estadual Wilson Santos (PSDB) da legenda. A justificativa era que Wilson, profundamente ligado e tendo declarado apoio

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta