quarta-feira, maio 29, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    O medo de um Presidenciável

    Conforme as pesquisas para presidenciáveis são divulgadas, observa-se Luiz Inácio da Silva liderando na intenção de votos a primeiro turno, e em segundo turno seu nível de rejeição é consideravelmente mais baixo que o atual presidente Jair Bolsonaro. Porém, conforme a corrida eleitoral toma ritmo, a verdadeira face do governo “petista” é lembrada, e podemos comparar o partido como um vírus e o Estado como um ser vivo.

    Buscando explicar de forma simples e direta, os vírus não possuem células e um sistema próprio metabólico, necessitando parasitar em um hospedeiro para que o mesmo faça sua reprodução, tendo como consequência a morte ou total inoperância do hospedeiro. Mediante a explicação sobre o vírus, podemos comparar alguns casos existentes entre partido e Estado. Há 16 anos veio a público o “Escândalo do Mensalão”, onde o Poder executivo pagava mensalmente membros do legislativo a votar de acordo com seus interesses, empréstimos via BNDES que favoreciam exclusivamente Odebrecht, Operação Lava Jato, Tríplex no Guarujá, Sitio em Atibaia entre outros. Analisando esse acontecimento, fica escancarado que a gestão dos petistas viabiliza apenas um objetivo: desviar dinheiro público para regalias a seu favor ou de “amigos” próximos.

    A usurpação dos aparatos do Estados pode ser comparada com o processo de liberação do material genético do vírus no citoplasma da célula seja RNA ou DNA que será transcrito pelo núcleo da célula criando as estruturas proteicas que confeccionam o vírus. Concomitante com a perda de credibilidade internacional do país, gerou uma recessão econômica grave, retrocedeu os níveis de educação e prestação de serviços públicos e ônus tributário enorme. Ou seja, inoperância em comparação aos países desenvolvidos e emergentes do mundo. Nota- se que, Luiz Inácio faz de tudo para esconder a ex-presidente Dilma Rousseff, a qual sofreu processo de impeachment no meio de seu segundo mandato, mas por que? A própria gera uma rejeição, pois remete a lembrança de um dos piores planos econômicos feitos no país, qual serviu de catalisador para a indignação popular, junto dos escândalos já citados, que defasou o Partido dos Trabalhadores aos olhos dos eleitores.

    Diante de tudo isso, seria interessante a população entender que os camaradas atuam como um vírus, focando seus empenhos em subverter o aparato Estatal ao próprio favor e de seus colegas, condenado todo o país e a população. Por isso, conforme as lembranças vierem à tona, o pré-candidato irá desidratar na intenção de voto, a sua rejeição voltara a crescer.

    Acredito que essa visão seja necessária para um olhar mais crítico referente os presidenciáveis, afim de acabar com esse ciclo de parasitas, travando o crescimento social e econômico deste país, não pensando apenas em benefício próprio ou na usurpação da máquina pública.

    *Hugo Basaglia. Membro e Coordenador do Movimento Brasil Livre Mato Grosso.

    As opiniões contidas nesta coluna não refletem necessariamente a opinião do MARRETA URGENTE ou do editorO texto representa, a opinião pessoal do autor sendo de sua responsabilidade.

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    PREF.RONDONÓPOLIS-PRESTAÇÃO CONTAS SAÚDE

    FESTA DAS NAÇÕES 2024

    BRASIL