Mulher assume maior comando do Exército dos EUA pela 1ª vez na história.

Mulher assume maior comando do Exército dos EUA pela 1ª vez na história.

Tenente-General Laura Richardson comandará de forma interina divisão conhecida como Forscom, com mais de 870 mil pessoas, até que Senado confirme novo titular do cargo

A participação das mulheres no Exército dos Estados Unidos é antiga, com registros históricos que estimam entre 400 e 700 as que combateram – ainda que disfarçadas de homem – durante a Guerra de Independência (1775-1783).

Oficialmente, no entanto, a primeira unidade feminina nas Forças Armadas americanas só foi estabelecida em 1942, com a criação de um Corpo Auxiliar para o treinamento das oficiais – responsável por formar mais de 150 mil soldados mulheres para a 2ª Guerra.

Em todos esses anos, no entanto, nenhuma mulher jamais havia liderado o maior comando das Forças Armadas americanas, conhecido como Forscom. Essa história mudou nesta quarta-feira, 17, quando a Tenente-General Laura Richardson passou a responder por essa equipe de 776 mil militares e 96 mil civis.

Este momento único para os militares americanos não é o primeiro na carreira de Laura, que atua no Exército há 32 anos. Em 2012, ela também foi a primeira mulher a assumir o vice-comando da Primeira Divisão de Cavalaria, que carrega o título de “Primeiro Time” americano.

Cinco anos depois, foi promovida novamente e passou a ocupar o vice-comando da Forscom – mais uma vez, com o status de primeira oficial do sexo feminino na posição. A divisão era liderada pelo General Robert B. Abrams, que deixou o posto na terça-feira para chefiar as tropas americanas na Coreia do Sul.

Apesar da conquista histórica, o cargo de Laura Richardson ainda não é definitivo. Em entrevista ao canal CNN, o diretor de relações públicas do Forscom, Coronel Michael Lawhorn, afirmou que ela vai acumular os cargos de vice-comandante e comandante interina até que o substituto de Abrams seja nomeado e confirmado pelo Senado.

Lawhonrn disse ainda que Laura está na lista de oficiais cotados para assumir o comando de forma definitiva e que sua liderança provisória não deve ser breve. Os prazos para nomeação e confirmação do sucessor de Abrams não foram divulgados.

Fonte: O Estado de S.Paulo

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Notícias 2 Comentários

PATRIOTA DE BOLSONARO BATE RECORDE DE FILIADOS

Segundo a coluna Expressa, da Época, o Patriota, antigo PEN, atingiu em outubro seu número recorde de filiados: 75.369. E deverá crescer ainda mais até as eleições do ano que

Destaques 0 Comentários

MORO FICA E PONTO.

Ao menos por ora, o presidente Jair Bolsonaro enterrou o projeto de separar os ministérios da Justiça e da Segurança Pública. A afirmação foi feita já no seu primeiro dia

Destaques 1Comentários

LAVA JATO PANTANEIRA: NININHO PAGOU R$ 7 MILHÕES PARA SILVAL CONCEDER MT-130 À MORRO DA MESA

O deputado estadual Odanir Bortolini (PSD), mais conhecido como Nininho, teria pagado R$ 7 milhões de propina ao ex-governador Silval Barbosa (PMDB), para que o gestor autorizasse a concessão e

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta