Mulher apresenta documento falso para comprar celular e é presa em flagrante

Mulher apresenta documento falso para comprar celular e é presa em flagrante

Uma mulher de 29 anos foi presa, na segunda-feira (1º), após ser flagrada usando documentos falsos para tentar comprar um celular, em Rondonópolis (212 km de Cuiabá).

Agentes da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Rondonópolis (Derf) receberam uma denúncia do gerente do estabelecimento relatando o crime.

O gerente contou aos policiais que na última sexta-feira (29), a suspeita foi até a loja para tentar abrir um crediário, forneceu a identidade, disse que não tinha comprovante de endereço.

Na ocasião, a mulher apresentou um comportamento nervoso, segundo o gerente. Então, ele e sua equipe ficaram desconfiados da mulher. O gerente pediu para que a suspeita retornasse até o estabelecimento na segunda-feira (1º), alegando que seria para a liberação do cadastro.

Chegando no local, ela se deparou com os policiais e, ao ser abordada, informou um nome falso e em seguida disse seu nome verdadeiro.

Diante dos fatos, ela foi conduzida à Derf e em checagem, os investigadores apuraram o nome completo e constataram que responde a processos nos Municípios de Água Boa e de Barra do Garças, um deles por tráfico de drogas.

A suspeita foi autuada em flagrante e irá para a unidade prisional feminina de Rondonópolis

O Bom da Notícia

Talvez você também goste

Não categorizado

TSE SUSPENDE ELEIÇÃO SUPLEMENTAR AO SENADO EM MT

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) suspendeu a eleição suplementar ao Senado em Mato Grosso, marcada para o dia 26 de abril. Veja o teor da decisão:

Não categorizado

RS planeja comprar CoronaVac de SP, caso União demore a distribuir doses

O governo do Rio Grande do Sul está de olho na vacina contra o coronavírus desenvolvida pelo laboratório Sinovac, em parceria com o Instituto Butatan, que será usada por São Paulo para imunizar

Não categorizado 0 Comentários

Liberte-se do pijama. Seis benefícios de dormir sem roupa

Se ainda não dorme nu, seja por tabu ou por não dispensar o conforto de um pijama quentinho, pense duas vezes. Há uma série de benefícios associados a esta prática que