Mudanças No eSocial, Não Significa Suspensão do Programa

Mudanças No eSocial, Não Significa Suspensão do Programa

O governo federal, anunciou que haverá mudanças no eSocial. No entanto eSocial não está suspenso. Continuam em vigor todos os prazos vigentes para o envio das informações. Apenas novos dados, novas fases, não serão solicitados até a mudança para o novo sistema.

O Secretário Especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, disse que o eSocial será substituído por dois sistemas a partir de janeiro/2020. Ao invés de transmitir todos os eventos para o mesmo ambiente, as informações trabalhistas e previdenciárias passarão a compor um sistema e as informações tributárias outro.

As Principais Mudanças

Segundo Fagner Machado- CEO da Machado Assessoria, a mudança trará uma redução substancial nas informações prestadas pelos empregadores, sendo importante ressaltar que todo o investimento feito pelas empresas e profissionais (aquisição de sistemas, treinamento, capacitação, etc.) será respeitado.

Mantida a forma de transmissão de dados via web service, haverá aproveitamento da identificação dos eventos e sua integração. Contudo, as regras serão mais flexíveis, e será muito mais fácil concluir o envio da informação. Em suma o que acontece é a desburocratização; não solicitação de dados já conhecidos; Eliminação de pontos de complexidade e a modernização e simplificação do sistema.

Redação

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Destaques 0 Comentários

CONSERVADORES: O “FUTURO” PARTIDO DE BOLSONARO

Em eminente desconforto com a legenda que o elegeu, o presidente Jair Bolsonaro estaria de saída do PSL e “aliados de Eduardo Bolsonaro estão finalizando o estatuto dessa nova legenda”,

Notícias 0 Comentários

VEREADOR DA DISCÓRDIA: CONTRA BOLSONARO, PROFESSORES E A IMPRENSA

A prefeitura de Rondonópolis encaminhou um projeto de lei n º 016 para a câmara de vereadores, cujo o objetivo e isentar do ISSQN (imposto sobre serviço de qualquer natureza)

Destaques

Greve dos correios – O que fazer em caso de atraso de encomendas e faturas

Os Correios iniciaram nesta terça-feira (18) uma greve nacional por tempo indeterminado devido à falta de acordo sobre reajustes salariais e reduções em direitos trabalhistas. A paralisação, também, é um

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta