MP Eleitoral e PF-RJ abrem investigações sobre campanhas que citam Lula

MP Eleitoral e PF-RJ abrem investigações sobre campanhas que citam Lula

Produção e distribuição de panfletos com nome de ex-presidente serão apuradas

A Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) no Rio de Janeiro e a Superintendência da Polícia Federal no Estado investigam possíveis ilícitos eleitorais em campanhas de candidatos fluminenses com um material de propaganda que indica o ex-presidente Lula como presidenciável, apesar de seu registro ter sido negado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por estar inelegível. Na PRE, o procurador regional eleitoral Sidney Madruga abriu nesta segunda-feira (24/9) um procedimento investigatório sobre a conduta.

Em paralelo à apuração do Ministério Público Eleitoral, o procurador regional eleitoral requereu à Polícia Federal a instauração de um inquérito criminal para investigar a conduta dos responsáveis pela impressão e distribuição dos panfletos de propaganda com o nome de Lula entre os candidatos.

As iniciativas são um desdobramento da chegada, na PRE, de um panfleto impresso com nomes de Lula como candidato ao Palácio do Planalto e de políticos do PT-RJ aos cargos de deputado federal, senador e governador. A abertura de inquérito foi solicitada pelo procurador regional eleitoral à Delegacia de Defesa Institucional (Delinst).

Fonte Terça Livre

Sobre o Autor

Talvez você também goste

O DATAFOLHA, BOLSONARO, CIRO GOMES PODE DEPENAR ALCKMIN

O Datafolha foi às ruas testar quatro cenários na disputa presidencial. Naquele mais provável, com Fernando Haddad ocupando a candidatura petista, 19% dos eleitores preferem Jair Bolsonaro e, 15%, Marina

Política 0 Comentários

SUSPEITA: A ESQUERDA PREPARA CONFLITO PARA CULPAR CAMINHONEIROS

Uma informação chegou a redação do Marreta Urgente, através de uma fonte ligada ao jornalismo nacional. Segundo a fonte, a Esquerda brasileira se unirá, nos bastidores, contra os caminhoneiros. O

Destaques

Kassio dá voto relâmpago para derrota da Lava Jato do Rio

Um minuto e trinta e dois segundos. Foi esse o tempo que durou o primeiro voto do ministro Kassio Nunes Marques como integrante do Supremo Tribunal Federal (STF). Sua estreia

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta