terça-feira, fevereiro 20, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Morte de jovem em academia pode ter sido causada por mesmo problema cardíaco que matou o cantor João Carreiro

    A família do adolescente Luan Rocha, que morreu na última quinta-feira (4) após passar mal enquanto praticava exercícios em uma academia no Ceará, suspeitava que ele tinha prolapso da válvula mitral, a mesma condição cardíaca do cantor sertanejo João Carreiro, que morreu na quarta-feira (3) durante uma cirurgia para corrigir o problema.

    O prolapso da válvula mitral é uma condição cardíaca que atrapalha o fluxo sanguíneo. O problema é conhecido popularmente como “sopro no coração”. Segundo familiares, Luan já sabia que tinha problemas cardíacos. Ele aguardava para confirmar o diagnóstico, mas, segundo a irmã de Luan, uma das suspeitas era na válvula mitral.

    Luan estava caminhando na esteira da academia localizada na cidade de Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza, quando se sentiu mal, desligou o aparelho, sentou e desmaiou.

    Ele foi levado pelos profissionais do estabelecimento para uma UPA próxima, porém, não resistiu e faleceu. O rapaz havia começado a frequentar a academia há apenas duas semanas.

    A família de Luan afirma que ele havia feito vários exames que atestavam que ele poderia realizar as atividades físicas.

    Condição cardíaca é a mesma de cantor João Carreiro
    O cantor sertanejo João Carreiro se submeteu a uma cirurgia de 12 horas na última quarta-feira em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, para corrigir um problema na válvula mitral, mas não resistiu e veio a óbito.

    A válvula mitral é uma das quatro válvulas do coração e funciona como uma espécie de “porta” que controla a passagem de sangue, garantindo que o fluxo sanguíneo siga na direção correta.

    No caso do prolapso da válvula mitral, o que ocorre é que a estrutura fica excessivamente frouxa, e pode perder a capacidade de controlar a direção do fluxo sanguíneo. Saiba detalhes do problema aqui.

    A condição pode ter sintomas leves, que sequer demandam tratamento, e em outros casos chega a ser assintomática. Mas em casos mais graves pode gerar problemas como a regurgitação mitral, que pode causar desde falta de ar até insuficiência cardíaca.

    No caso de João Carreiro, a equipe médica afirmou que o coração do músico tinha o anel da válvula mitral do artista calcificada e uma “dilatação fora do comum”. Ele se submeteu à cirurgia para tentar corrigir o problema.

    Desejo de treinar
    À TV Verdes Mares, a família afirmou que já investigava os problemas cardíacos de Luan. Apesar disso, o jovem sempre pedia aos pais para ir à academia e, antes de começar a frequentar, ele fez exames médicos e foi liberado para realizar exercícios.

    “Os médicos que ele foi falaram que ele podia fazer (academia) sim, podia ter a vida normal de um rapaz”, disse um familiar.

    O laudo da morte de Luan apontou suspeita de infarto pulmonar, edema pulmonar, arritmia não-específica e cardiopatia dilatada, que podem acontecer em decorrência do prolapso da válvula mitral.

    Em nota, a academia lamentou a morte de Luan Rocha e suspendeu as atividades por dois dias por conta do luto. O velório de Luan ocorreu nesta sexta-feira (5).

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    AMOR ALÉM DA VIDA

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL