MORRE POLICIAL DA FORÇA TÁTICA QUE FOI BALEADO DURANTE TENTATIVA DE ASSALTO EM ARAGARÇAS

MORRE POLICIAL DA FORÇA TÁTICA QUE FOI BALEADO DURANTE TENTATIVA DE ASSALTO EM ARAGARÇAS

Faleceu na manhã de quinta-feira (15/6) o policial militar da Força Tática de Barra do Garças, Vanilson Carvalho. Ele levou quatro tiros durante uma tentativa de assalto em que reagiu e trocou tiros com dois suspeitos, na noite de quarta-feira (14/6), na cidade de Aragarças-GO. Um dos ladrões também morreu.

O quadro clinico de Vanilson era muito grave porque um dos tiros acertou a cabeça e os médicos não conseguiram estabilizá-lo para que fosse removido. Foi uma luta muito grande da equipe do PSM de Barra do Garças na tentativa de salvar a vida do policial.

O assessor de imprensa do 5º comando regional da PM de Barra do Garças, cabo Duques, confirmou a morte do policial agora pouco a equipe do site Araguaia Notícia. “Sim ele faleceu e já estamos avisando primeiramente a família do policial que é da cidade de Aragarças e entrou a cinco anos na polícia. Antes Vanilson trabalhou como técnico em computação”, destacou Duques.

Troca de tiros

Vanilson estava visitando a namorada dele em Aragarças (que também é policial) quando dois indivíduos tentaram lhe roubar a moto.

Durante a troca de tiros, o suspeito Fagner Wender morreu e o irmão dele Kywsllen Martins Vieira conhecido como Pópózinho foi baleado e encaminhado ao Hospital de Argarças. Durante toda a noite foi intensa a movimentação no hospital de Aragarças com revolta de amigos e parentes de Vanilson com relação ao suspeito baleado e teve princípio de confusão.

Irmãos popo e popozinho

O prefeito de Aragarças, José Elias Fernandes, chegou a divulgar nota no final da noite, lamentando ocorrido mas repudiando a atitude de pessoas que estariam tentando invadir o hospital. “Um hospital é respeitado até mesmo numa guerra e o tumulto de ontem a noite causou transtorno até mesmo para os pacientes do hospital que estavam com medo”, destacou Zé Elias. O diretor do hospital irá divulgar hoje uma nota explicando o ocorrido do hospital de Aragarças aonde está internado o suspeito Popozinho.

Os irmãos Popó e Popozinho são conhecidos da polícia. Popó que faleceu respondia processo também pela morte do jogador Jefinho que aconteceu na porta de uma boate em Barra do Garças; e Popozinho participou de um incêndio nas viaturas do socioeducativo e estava juntamente com Sementinha do Mal quando atiraram na porta da delegacia de Barra do Garças.

 

 

 

redação com Araguaia noticias