Moradores expulsam em vereador de manifestação: “não faz nada”

Moradores expulsam em vereador de manifestação: “não faz nada”

Diego Guimarães tentou participar do protesto de moradores do bairro Jardim Industriário, em Cuiabá, mas foi tachado de oportunista, questionado e mal recebido pelos populares.

O vereador Diego Guimarães (Cidadania) foi colocado contra a parede durante participação em um protesto de moradores do bairro Jardim Industriário, do qual acabou expulso, na manhã desta quinta-feira (22), em Cuiabá.

A manifestação pedia o asfaltamento das ruas do bairro, e, segundo o vereador, sua intenção era somar voz na cobrança. No entanto, ao ser identificado como político, acabou sendo cobrado.

No microfone, um dos participantes começa: “Meu único interesse é haja asfalto nas ruas 10, 11, 3, 8 e 13, para que nossos alunos não cheguem na escola e encontrem a carteira cheia de poeira”.

Em seguida, direciona a fala para o vereador, que acompanha sua fala, e continua: “Não sei se essa é sua realidade. Quem sabe seus filhos estudam nas melhores escolas, mas eu trabalho aqui na escola do bairro e eu sei a nossa realidade”.

A confusão foi registrada por moradores que participavam do ano.

As imagens mostram outro momento em que Diego é confrontado por um participante. Com ânimos exaltados, ele afirma que o parlamentar não tem amigos ali no bairro. Acrescenta que o comércio perdeu 80% das vendas e critica que, agora, o vereador quer falar como representante.

Diego tenta explicar que é vereador de oposição e tem o papel de cobrar a prefeitura. “Eu estou cobrando, não sou vereador do Emanuel Pinheiro”, retruca, acrescentando que o manifestante não o conhece. “Eu já fui na Prefeitura. Agora, você sendo o vereador que diz que é, não faz nada”, diz mais um manifestante.

“O secretário vem aqui e diz que vai ser em 30 dias. Isso é tirar sarro da cara da gente, fazer de bobo. Aqui não tem otário. Aqui tem morador pagador de imposto, tem eleitor que só é lembrado na época de eleição para pegar na mão, depois é esquecido”, relata mais um.

Diego afirma que está ali para defender, para falar que a população está certa, mas o manifestante responde: “Você viu que a gente está certo depois de um ano e meio?”. 

O vereador ainda tenta argumentar, mas não é ouvido. 

Repórter MT

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Destaques

FEMINICÍDIO: Homem mata esposa com golpes de facão e deixa vizinhas feridas

Um homem de 50 anos foi preso em flagrante na noite desta quinta-feira (29), acusado de assassinar a própria esposa com golpes de facão. O suspeito também feriu duas vizinhas.

AGENTES DO MOSSAD ALERTAM SOBRE BOLSONARO SER ALVO DE ATENTADO

No entorno mais próximo de Jair Bolsonaro circula uma história rocambolesca, mas que é levada a sério por ali: agentes do Mossad, o serviço de inteligência de Israel, estiveram recentemente

Destaques 0 Comentários

Haddad pagou R$ 245 milhões para empreiteiras na Lava Jato

Fernando Haddad (PT) pagou durante sua gestão como prefeito de São Paulo R$ 245 milhões para empreiteiras envolvidas na Lava Jato para a construção de um túnel que, agora, ele