quarta-feira, maio 22, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Ministério e Anac vão investigar morte do cão Joca em voo da Gol

    São Paulo — O ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Silva (Republicanos), declarou que a pasta vai investigar, em conjunto com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a morte do golden retriever Joca, que foi embarcado em um voo errado da companhia aérea Gol, na última segunda-feira (22/4).

    “A gente está integrado com a Anac e criou um grupo de trabalho interno para averiguar e checar junto às companhias aéreas para que o quanto antes isso [a morte do cão Joca] seja esclarecido à sociedade brasileira”, disse Costa Silva.

    O anúncio foi publicado nas redes sociais depois de uma audiência do ministro com o deputado federal Fernando Marangoni e o deputado estadual Rafael Saraiva, ambos do União Brasil, na noite dessa terça-feira (23/4).

    A Delegacia do Meio Ambiente de Guarulhos — cidade onde o cachorro foi embarcado, no Aeroporto Internacional de São Paulo — instaurou inquérito policial para investigar a morte, segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP).

    Márcia Martins, mãe de João Fantazzini, tutor do cachorro, compareceu à delegacia ainda na terça-feira. Foi ela quem gravou o vídeo que mostra o animal já sem vida dentro da caixa de transporte do aeroporto.

    Morte de cachorro

    O cachorro, que tinha 5 anos, deveria ter saído do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, com destino ao Aeroporto Municipal de Sinop, em Mato Grosso, no voo 1480. A companhia aérea, no entanto, embarcou Joca em um voo diferente, para Fortaleza, na capital cearense. O tutor dele, João Fantazzini, só soube do erro ao chegar a Mato Grosso.

    Os dois se mudariam para Sorriso, no Mato Grosso. Cão e tutor embarcaram para chegar no mesmo horário em Sinop, mas quando João desembarcou e foi procurar o cachorro, a companhia perguntou se ele queria voltar para São Paulo para buscar Joca, que estava em outro estado devido a uma falha.

    A companhia ofereceu voos de ida e volta de Mato Grosso a São Paulo gratuitos, além de hospedagem. Ao chegar na capital paulista, um funcionário da Gol recebeu João dentro do avião e ofereceu comida. Então, ele ficou esperando até o pouso do voo em que o cachorro estava, e o recebeu sem vida, dentro da caixa de transporte.

    Em nota ao Metrópoles, a Gol afirmou que foi surpreendida pela morte do cachorro quando o avião pousou com o animal em Guarulhos.

    A companhia anunciou a suspensão do transporte aéreo de animais no porão dos aviões da empresa a partir desta quarta-feira (24). De acordo com o comunicado, os clientes seguem podendo transportar seus pets na cabine do avião.

    No período, os clientes que já contrataram o serviço de transporte pelo porão pela GOLLOG Animais podem pedir a restituição do valor total ou postergar a viagem.

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    ALMT|VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

    FESTA DAS NAÇÕES 2024

    BRASIL