terça-feira, junho 25, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Milícia RJ| Trasformado em zona de guerra

    Cidade sitiada, cenas de guerra. De terror. Esse foi o cenário que a milícia impôs ontem em ao menos sete bairros da Zona Oeste do Rio de Janeiro, que abrigam uma população de cerca de 1 milhão de pessoas.

    Os ataques a 35 ônibus e um trem foram em represália à morte de Matheus da Silva Rezende, conhecido como Teteu e Faustão, em uma operação policial em Santa Cruz. Ele era o número dois da milícia comandada por seu tio Zinho, na comunidade Três Pontes.

    As ações da milícia levaram ao maior número de coletivos incendiados na história da cidade, segundo a Rio Ônibus. Um vídeo mostra um homem ateando fogo em um ônibus ainda com passageiros dentro. Várias estações do BRT ao longo da Avenida das Américas, que começa na Barra da Tijuca, foram incendiadas. Veículos particulares e pneus também foram postos em chamas, fechando a entrada para diversos bairros e bloqueando a Avenida Brasil, uma das principais vias da capital.

    Com o caos no trânsito e a paralisação dos serviços, muitos trabalhadores voltaram para casa a pé. Além disso, as aulas foram suspensas para mais de 17 mil alunos dos bairros afetados. (g1 e Globo)

    O governador Cláudio Castro (PL), que parabenizou a Polícia Civil pela morte do miliciano, classificou os ataques como “ações terroristas” e prometeu capturar três chefes do crime da região, conhecidos como Zinho, Tandera e Abelha, este último apontado como líder do Comando Vermelho. A Polícia Militar prendeu 12 suspeitos de envolvimento nos ataques e Castro afirmou que todos eles serão enviados a presídios federais. Já o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, disse que o governo vai ampliar as forças federais no Rio. (g1 e Globo)

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL