LUIZÃO PODERÁ RECEBER APOIO DE MEDEIROS E COMPOR COM PODEMOS

LUIZÃO PODERÁ RECEBER APOIO DE MEDEIROS E COMPOR COM PODEMOS

Em meio as definições das convenções partidárias, várias informações surgem a todo o momento, entre elas está a confirmação da pré-candidatura pelo REPUBLICANOS do empresário Luiz Fernando Homem de Carvalho, o Luizão em Rondonópolis.

Um fator importante é que Luizão, pode receber a qualquer momento o apoio do Podemos, o PSDB já empenhou seu apoio a ele na disputa.

Por conta das eleições suplementares ao senado, apesar de serem pelitos distintos, inevitavelmente acabam se cruzando no jogo político. O podemos confirmará na convenção marcada para terça-feira dia 15 de setembro o nome do deputado federal José Medeiros para disputar a vaga ao senado.

Luizão não está condicionado a apoiar o candidato do PSDB ao senado, Nilson Leitão. Então como já afirmou anteriormente poderá sim dispensar apoio a Medeiros, e assim atrair o podemos para uma composição na majoritária.

O empresário em entrevistas anteriores já havia sinalizado que “Medeiros é daqui um candidato local e que está bem afinado com a gente”. Desta vez a união das legendas pode estar muito perto de acontecer.

REDAÇÃO

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Destaques

MAGNANI PRESIDENTE, RONI CARDOSO 1º VICE E CLÁUDIO DA FARMÁCIA 1º SECRETÁRIO

Na manhã desta-sexta-feira (11) uma reunião no escritório do vereador eleito Junior Mendonça (PT) com a presença de 16 vereadores que irão compor a nova legislatura, selou a composição da

Destaques

PROTESTOS NOS EUA A MENOS DE 100 DIAS DA ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS

Os protestos de rua voltaram a se acirrar, nos EUA, por queixas contra brutalidade policial. E impõem, aos estados, um problema. As ruas estavam pacificadas até o presidente Donald Trump

Notícias 0 Comentários

THIAGO MUNIZ DESTINA TODA SUA EMENDA PARLAMENTAR PARA UTI PEDIÁTRICA DE RONDONÓPOLIS

Após o atraso, por meses, do repasse do Governo do Estado para manutenção da UTI Pediátrica da Santa Casa de Misericórdia, o vereador Thiago Muniz (PPS), decidiu destinar toda sua