Lira não quer Bia Kicis na  CCJ

Lira não quer Bia Kicis na CCJ

Ultimato a bolsonaristas: ou muda indicação de Bia Kicis, ou partido perde CCJ

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP), já trabalha pela condução da deputada Margarete Coelho (PP) para o comando da CCJ da Câmara. A articulação é uma resposta à repercussão negativa da indicação de Bia Kicis (PSL) para o colegiado.

Lira disse aos deputados do PSL que o partido quebrou o acordo sobre a indicação para a CCJ. O PSL teria a primazia na indicação, porém o cargo deveria ser ocupado por um deputado considerado mais moderado.

O nome de Bia foi rechaçado por Lira e por outros líderes. O receio é que a condução dela à CCJ acirre os ânimos com o STF. A ala bolsonarista, do outro lado, quer manter a indicação de Bia Kicis para CCJ.

Por essa razão, Lira deu um ultimato à bancada do PSL: ou apresenta um outro nome ou o partido perderá o comando da CCJ. “Tudo que a Câmara não precisa agora é criar confusão com outros poderes”, resumiu um importante aliado de Lira em caráter reservado ao Antagonista.

Redação

Talvez você também goste

Destaques

COVID-19 – Obrigatoriedade do uso das máscaras para prevenção ao coronavírus começam nesta terça-feira em MT

A aplicação de multa aos estabelecimentos privados, em Mato Grosso, que não se adequarem ao uso de máscaras faciais passa a valer a partir desta terça-feira (5).  Mato Grosso foi

Destaques 0 Comentários

DOMINGO DE PROTESTOS: APOIADORES DA LAVA JATO CONTRA DECISÃO DO STF

Os Movimentos de direita e apoiadores da Lava Jato protestaram neste domingo (17.mar.2019) em vários Estados contra decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) que determinou a competência da Justiça Eleitoral

Notícias

Após cobrança de Claudinei, prefeitura faz repasse à Santa Casa de Rondonópolis e continua com débitos em atraso

A Prefeitura de Rondonópolis realizou, nesta sexta-feira (5), o repasse de R$ 4,2 milhões referentes aos serviços prestados pela Santa Casa de Misericórdia e Maternidade de Rondonópolis. O deputado estadual