Lira ajuda e Câmara afrouxa lei de combate à corrupção

Lira ajuda e Câmara afrouxa lei de combate à corrupção

A Câmara aprovou a toque de caixa e por ampla maioria (408 a 64) o projeto que altera a Lei de Improbidade Administrativa, tornando mais difícil a punição a maus administradores públicos. Uma das principais mudanças no texto, que segue para o Senado, é a exigência de que fique provada a intenção do administrador em lesar os cofres públicos.

Prejuízos causados por negligência ou incompetência passam a ser impunes. A pressa na votação foi obra do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), que tirou o projeto da comissão que o analisava e o levou direto ao Plenário. Lira foi condenado em primeira instância em dois processos por improbidade na Justiça de Alagoas.

Estão nessa lista o líder do governo, Ricardo Barros (PP-PR); o líder do PT, Enio Verri (PR); o líder do MDB, Isnaldo Bulhões Jr. (AL); e Renildo Calheiros (AL), líder do PCdoB.

Redação com Meio

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Destaques 0 Comentários

Campeonato Sul Matogrossense de ciclismo

Neste domingo ciclista da Região Sul enfrentam cerca de 60 km, a maioria de estrada de terra, para cumprir a terceira e última etapa do Campeonato Sul Matogrossense de ciclismo.

Notícias 0 Comentários

Prefeito e governador assinam ordem de serviço para ponte da W-11 e convênios de R$ 3,5 milhões

Dois convênios para viabilizar a realização de obras nas avenidas dos Estudantes e na W-11 foram assinados na manhã deste sábado (23) pelo governador do Estado Pedro Taques, pelo prefeito

Notícias

Presidente da subseção de VG quer eleição online na OAB-MT

presidente da Ordem dos Advogados do Brasil subseção de Várzea Grande, Flávia Moretti, protocolou nesta quarta-feira (30), pedido para que a seccional de Mato Grosso realize eleições internas estaduais em