LÍDER DA DIREITA, CONFRONTA INCOERÊNCIAS NO PSL/ MT

LÍDER DA DIREITA, CONFRONTA INCOERÊNCIAS NO PSL/ MT

Os movimentos de direita em Rondonópolis, começam a articulação, visando as eleições municipais de 2020. Entre eles o grupo Bolsonaro -Mato Grosso.

Um dos líderes do movimento Thiago Lima, que tem se destacado na condução dos movimentos de direita na cidade. Aos 24 anos e trabalha como motorista de aplicativo; além das atividades políticas em movimentos de direita, participa ativamente de movimentos religiosos da igreja católica. Com pensamento conservador, ele é o nome da direita mais comentado em reuniões e nas redes sociais.

AO LADO DO ENTÃO DEPUTADO E ATUAL PRESIDENTE JAIR BOLSONARO POR OCASIÃO DE SUA VISITA A RONDONÓPOLIS EM 2016

Desde o movimento do impeachment da ex-Presidente Dilma Rousseff, até a eleição presidencial, foi figura marcante e ativa em todas as manifestações na cidade.

CONFRONTANDO A INCOERÊNCIA

Sua coerência é o que mais chama a atenção; mesmo tendo apoiado candidatos que se elegeram como o deputado federal Nelson Barbudo(PSL-MT), ele não deixa de tecer críticas e propor revisão na condução de algumas demandas em que a identificação partidária de direita no Brasil foi incoerente. Sua crítica ao líder do PSL/MT sobre a votação de um projeto sobre destinação do fundo partidário lhe trouxe alguns ensinamentos.

BARBUDO EM CAMPANHA AO LADO DE THIAGO

Após a publicação de um vídeo na página de direita Bolsonaro Mato Grosso, onde questionava a posição do deputado Nelson Barbudo (PSL/MT), que votou contra o Projeto de Lei 1321/19 do deputado Marcel Van Hattem (Novo-RS). que pretendia permitir ao partido político devolver recursos de sobras do Fundo Partidário ao Tesouro Nacional. A proposta previa a devolução do Fundo de forma facultativa, ou seja, os partidos devolveriam se quisessem, tampouco não mudaria a estrutura financeira.

Os principais nomes do núcleo do PSL nacional, como Eduardo Bolsonaro, Luiz Phillippe de Orleans e Bragança, Carla Zambeli, Hélio Bolsonaro, Carol De Toni acompanharam o voto pela aprovação do projeto deputado Marcel Van Hattem.

Segundo informações Thiago recebeu um telefonema do deputado Nelson Barbudo, que tentou explicar seus motivos, no entanto não convenceram o jovem líder da direita, uma fonte informou que a conversa durou cerca de 15 minutos, e mais parecia um monólogo, onde somente o deputado falava.

O que mais chamou a atenção na conversa é que o deputado teria dito que “poderia fazer um vídeo para rebater as acusações”, o presidente do PSL/MT teria dito  ainda que antes de qualquer crítica que Thiago viesse a fazer deveria avisar ao deputado ou sua assessoria, numa espécie  de censura prévia e blindagem a posições contrárias. O jovem Thiago, não se intimidou mantendo sua posição.

Assim ficou demonstrada ao analisar o ocorrido, a coerência do líder do movimento, que demostrou capacidade de forte representação da ideologia de direita e da nova política.

Thiago não é filiado ao PSL, mas está sendo procurado por várias legendas para emplacar sua provável pré-candidatura a vereança em Rondonópolis.

Seu destino provável será o PSL ,caso Bolsonaro permaneça na legenda, e o Presidente do diretório Nelson Barbudo concorde, ou até mesmo o partido novo seria uma opção.

Veja a publicação de Thiago questionando Barburdo:

Redação

Sobre o Autor

Talvez você também goste

Destaques

AÇÃO SOCIAL – Parceria entre Secretaria de Desenvolvimento Econômico e empresas gera doações de cestas

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico está buscando parceria com as empresas de Rondonópolis para arrecadar donativos a serem entregues as famílias que necessitam de assistência durante o período de

RONDONÓPOLIS

Fim das Máscaras| Vereadores aprovam uso facultativo em Rondonópolis

Uma derrota política para prefeito Zé do Pátio e a secretária de Saúde, Izalba Albuquerque, ocorreu na tarde de ontem (24), quando a câmara de vereadores aprovou um projeto do

Notícias 0 Comentários

VENEZUELA: SUPERMERCADOS CONTINUAM SEM PRODUTOS

A escassez de alimentos por toda Venezuela é geral e evidente. Nas prateleiras de artigos não perecíveis que não estão vazias, há poucos produtos importados que ocupam quase todo o

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comente este post!

Deixa uma resposta