sexta-feira, abril 12, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Jovem da frase “ladrão e vacilão” é preso 2 dias após sair de cadeia

    São Paulo – O jovem que teve a frase “ladrão e vacilão” tatuada na testa foi preso novamente nesta quarta-feira (27/3), dois dias após ter o alvará de soltura expedido pela Justiça.

    Segundo a Polícia Militar, Ruan Rocha Silva, de 23 anos, é suspeito de furtar uma casa no Jardim Arpoador, na zona oeste da capital paulista, na tarde desta quarta.

    Os policiais afirmam que encontraram ele e outro suspeito próximos ao local do crime. Os bens supostamente levados pela dupla foram recuperados. O caso será investigado pelo 89º Distrito Policial no Morumbi.

    Ruan tinha saído da prisão há poucos dias, após cumprir totalmente a pena por um furto cometido em 2019. O alvará de soltura, obtido pelo Metrópoles, foi expedido na segunda-feira (25/3) após cumprimento de sentença.

    Em dezembro de 2023, quando ainda estava no Centro de Detenção Provisória Belém 1, na zona leste de São Paulo, o jovem conseguiu fugir da cadeia junto com outros seis detentos, mas se arrependeu da fuga e se entregou para a Polícia no dia seguinte.

    Por causa da fuga, ele perdeu o benefício de cumprir a pena em regime semiaberto e seguiu em regime fechado até março deste ano, quando encerrou seu período na cadeia.

    Relembre o caso

    Quando tinha 17 anos, Ruan teve a frase “Eu sou ladrão e vacilão” tatuada na testa. Ronildo Moreira de Araújo, 29 anos, e seu vizinho Maycon Wesley Carvalho dos Reis, 27, foram presos em flagrante pelo crime de tortura contra o então adolescente.

    Eles contaram aos investigadores que o jovem tentou roubar uma bicicleta e que a “marca” foi feita porque eles ficaram revoltados com a situação.

    Uma ONG fez vaquinha para arrecadar recursos para que a tatuagem fosse removida. Ruan era dependente químico e morava com a mãe e o tio na época do crime.

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    CÂMARA -CUIABÁ - BALANÇO 2023

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL