sábado, junho 22, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    Inquérito apura Crime de preconceito e intolerância religiosa no Samu em Rondonópolis

    Um inquérito policial apura CRIMES DE PRECONCEITO DE RAÇA E DE COR E INTOLERÂNCIA RELIGIOSA, em Rondonópolis. O caso foi registrado em março de 2021, quando uma ex-servidora do SAMU, seguidora do Candomblé, religião de matriz africana, denunciou ter sofrido intolerância religiosa em seu ambiente de trabalho. Os documentos foram obtidos com exclusividade pelo Marreta Urgente

    Segundo consta, na manhã de 28 de março de 2021 a técnica de enfermagem Luanda Morreti, estava prestando serviço no SAMU, e após a recusa de um atendimento da equipe avançada, uma colega da equipe teria perguntado se a “MOCHILA AMARELA DA VIATURA AVANÇADA ESTAVA NA VIATURA BÁSICA”, onde Luanda estava, houve um conflito sobre a localização da tal mochila.

    Após isso relata a vítima que começou a ser agredida verbalmente com as seguintes frases “SAI DAQUI! VOCÊ ME FAZ MAL, COM ESSES SEUS DEMÔNIOS; VOCÊ ACHAQUE EU TENHO MEDO DOS SEUS EXUS. VOCÊ NÃO TEM DEUS NA SUA VIDA! VOCÊ PRECISA IR PARA A IGREJA!”

    Luanda então teria questionado se o problema contra ela seria de ordem pessoal , sendo que a suspeita  Respondeu dando continuidade nas agressões verbais, dizendo: “SUA RELIGIÃO É ADORADORA DOS DEMÔNIOS”; “VOCÊ É VERGONHA DO SAMU!”

    Luanda Morreti-filha de santo

    Ocorre que toda a discussão, levou ao constrangimento da vítima (Luanda) e que haviam algumas pessoas desconhecidas próximas ao local e se aproximaram  para ver o que acontecia, a cena foi testemunhada por outra colega de trabalho que se encontrava dentro da viatura.

    Outro detalhe que chama atenção é que nenhuma providencia ou apuração por parte da prefeitura municipal, secretaria de saúde ou gestão de pessoas foi tomada em relação ao ocorrido, no entanto Luanda Morreti (vitima) posteriormente acabou sendo exonerada do SAMU.

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL