Idosa assassinada em mercado no Entorno teria sido um “alvo aleatório”

Idosa assassinada em mercado no Entorno teria sido um “alvo aleatório”

A Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) indiciou o acusado de matar a facadas Maria Mercê da Silva, 74 anos, pelo crime de homicídio qualificado. A idosa fazia compras no Assaí Atacadista em Valparaíso (GO) — distante 26km de Brasília.

Em entrevista, o delegado-titular da 2ª Delegacia de Polícia de Valparaíso, Rafael Pareja, afirmou que o autor e a vítima não se conheciam e ainda não se sabe a motivação para o crime. “Tentamos interrogá-lo mais de uma vez, por meio formal e informal, mas ele não disse nada. Ele não demonstrava estar sob efeito de drogas ou ter algum problema psiquiátrico. Ele é uma pessoa fria e cruel”, frisou o investigador.

O homicídio aconteceu por volta das 9h30. Antes de assassinar a idosa, Jonas tentou roubar uma jovem de 21 anos, próximo ao atacadista. Após reagir ao assalto, o homem a agrediu com um pedaço de pau.

Na fuga, ele entrou no atacadista. Câmeras do circuito interno de segurança registraram o momento em que o criminoso caminha por um corredor, escolhe uma faca, pega o armamento e sai. Outro vídeo capturou a hora exata do crime. Maria está acompanhada do esposo, Pedro Ferreira da Silva, 77. Ela está de costas fazendo compras, quando o autor a esfaqueia e sai correndo.

Clientes contiveram o acusado. A Guarda Municipal de Valparaíso prendeu Jonas. A Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO) participou da ação. Maria chegou a ser socorrida e encaminhada ao Hospital Regional de Santa Maria (HRSM), mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Na delegacia, Jonas permaneceu em silêncio. Ele responderá por homicídio qualificado  (por motivo torpe e recurso que impossibilitou a defesa da vítima) e tentativa de roubo.

Procurado pela reportagem, o Assaí Atacadista confirmou que a mulher foi esfaqueada nesta quinta-feira (4/2) dentro do estabelecimento. A empresa afirmou que o suspeito fugia de uma perseguição policial. “Imediatamente ao ocorrido, os funcionários acionaram o serviço médico, e o time de segurança deteve o criminoso, que já foi levado pela Polícia Militar. A unidade foi imediatamente fechada. A cliente foi encaminhada com urgência para atendimento médico em Brasília, e a rede acompanha com atenção todo o processo, colocando inclusive uma equipe no local à disposição da família. A empresa está, neste momento, concentrada em prestar todo o apoio e solidariedade à vítima e seus familiares e permanece à disposição das autoridades para esclarecimentos adicionais”.

Redação com Correio Braziliense

Talvez você também goste

Destaques 0 Comentários

JANOT INDICA BLAIRO MAGGI COMO LÍDER DE ESQUEMA DE CORRUPÇÃO

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a abertura de um inquérito para apurar a existência de uma organização criminosa no alto escalão do governo do Mato

Notícias

Auditor Geral de Rondonópolis deverá deixar controle interno por decisão do TJ

Uma decisão do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), fará com que os prefeitos municipais sejam obrigados a exonerar seus indicados políticos dos cargos de auditores do controle interno.

Destaques 0 Comentários

MORRE “MC CATRA” O FUNKEIRO LUTAVA CONTRA UM CÂNCER

Morreu na tarde desde domingo, em São Paulo, Wagner Domingues Costa, conhecido como Mr. Catra. Ele esteva internado no Hospital do Coração (HCor), na capital paulista, tratando de um câncer