sábado, junho 22, 2024
More

    Siga o Marreta Urgente

    Últimas Postagens

    GUIRATINGA | Na guerra de “milhões”, quem cuida da população?

    Um entrave financeiro culminou com a ruptura do contrato entre o Hospital Oswaldo Cruz e o município de Guiratinga. Diante disso uma nota foi emitida pelo hospital comunicando que deixará de prestar serviços de pronto atendimento de urgência e emergência, a partir do dia 22 de dezembro.

    Em contrapartida a prefeitura, divulgou a sua nota de esclarecimento, garantindo e tranquilizando toda a população sobre os serviços de saúde, uma vez que será continuado e que ninguém na cidade será prejudicado pelo rompimento do contrato entre as partes.

    Segundo consta, a decisão foi tomada após longa reunião, sendo que a ruptura acontece por conta de uma a solicitação de repasse com aumento de cerca de 20%, solicitados pelo hospital.

    Anualmente o hospital recebe mais de R$ 3 milhões pelos serviços prestados à população, e com a solicitação de aumento o valor chegaria à casa de R$ 4 milhões.

    Sendo que a prefeitura é quem fornece ao Hospital Oswaldo Cruz, Ambulância, Motorista, Plantão, Raio-X, Funcionário Do Raio-X, Box De Emergência E U.T.I. Móvel.

    O departamento jurídico entrou com uma ação, para que o hospital continue a prestar os serviços por mais 90 dias, e apresentou uma proposta de acordo coma inflação de aumento em 7%, o que foi recusado pelo hospital. A nota afirma ainda que caso não haja solução a prefeitura irá implantar um hospital municipal, e que em respeito aos valores que cada cidadão paga de impostos e bem como os repasses federais e estaduais, entende que a solicitação de aumento de 20%, solicitados pelo hospital, não pode ser justificado.

    Nota do Hospital

    NOTA DA PREFEITURA

    Deixe seu comentário

    Siga o Marreta Urgente

    Latest Posts

    Informe Publicitário

    Jornalismo Morreu ou foi assassinado ?

    BRASIL