Ganha Tempo MT: Colaboradora afastada está com Influenza (gripe) em Rondonópolis

Ganha Tempo MT: Colaboradora afastada está com Influenza (gripe) em Rondonópolis

O Consórcio Rio Verde, que administra as unidades do Ganha Tempo-MT, informou que a colaboradora da unidade do Ganha Tempo em Rondonópolis, está afastada desde a sexta feira (29), está apenas com uma gripe influenza, conforme o atestado médico apresentado.

Outrossim, esta descarta a suspeita de contaminação por Covid-19. Para evitar aglomerações e filas a unidade está agendando pela internet no endereço www.rioverde-ganhatempo.com.br ou pelo telefone 0800 645 3310.

Alguns serviços estão suspensos e por este motivo a unidade isolou uma ALA onde o atendimento é realizado. O comparecimento deverá feito somente para o atendimento em horário marcado; O Ganha Tempo Rondonópolis dispõe de dezenas de serviços gratuitos para a população, inclusive os que são oferecidos pelo município, como: emissão de guias de arrecadação diversas como de IPTU, Alvará, Certidões Negativas, protocolo de recursos de multas, informações para legalização da MEIs, cadastramento de nota fiscal, inscrição no cadastro único, isenção de IPTU, cadastramento nos programas de habitacionais, dentre muitos outros.

Redação

Talvez você também goste

Notícias 0 Comentários

ÁREA DE SEGURANÇA IRREGULAR É UTILIZADA COMO “ESTACIONAMENTO PARTICULAR “ POR SERVIDORES DO CIOSP EM RONDONÓPOLIS

Uma denúncia de irregularidades foi encaminhada a redação do Marreta Urgente nesta terça-feira (30), segundo as informações o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) em Rondonópolis localizado na

Dupla Sertaneja é barrada em embarque no Aeroporto de MG

Angelo & Angel estão com o projeto “Pé na Estrada” onde percorrem o país divulgando seu hit “Mamacita”, que bombou ano passado nas rádios nacionais e agora acaba de ganhar

Artigos

Engenharias podem ser opção promissora para o pós-crise

O setor industrial já tinha dificuldades de encontrar mão de obra qualificada, antes mesmo da pandemia. Segundo levantamento divulgado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), metade das fábricas do país